Daniel Alves se desculpa por frase sobre Astori e fala em hipocrisia

Daniel Alves pediu desculpas nesta quinta-feira por sua declaração sobre a morte do zagueiro Davide Astori, da Fiorentina. O brasileiro disse que "milhares de crianças morrem e não tem a mesma repercussão", o que desagradou muitas pessoas no mundo do futebol, inclusive Balotelli, que o criticou. O lateral do PSG disse ainda que precisa ser hipócrita no mundo atual.

- Se o 'Balotellinho' falou está falado, não tive intenção de ofender a ninguém, vivo em mundo que temos que ser hipócritas muitas vezes para que as pessoas gostem de ti, mas me desculpem... Enfim, se alguém se sentiu ofendido, desculpa - postou Daniel Alves, no Twitter.

Na última quarta, Balotelli disparou contra Daniel Alves nas redes sociais.

- Está claro que muitos pensamos como ele, mas creio que não se poderia dizer isso em momentos de dor. Teria que ter guardado para si. Teria que ter dado suas condolências e não soltar toda essa merda. Não se pode fazer esses comentários com uma morte tão recente e dolorosa - escreveu o atacante italiano.

Nesta quinta-feira, jogadores e uma multidão prestaram as últimas homenagens a Davide Astore na igreja Santa Croce, em Florença. Nomes como Buffon, Chiellini, Totti, Massimiliano Allegri, Barzagli e Luciano Spalletti estiveram no local.

Milhares de torcedores estiveram presentes prestaram suas homenagens na porta da catedral, estendendo bandeiras, cartazes e cachecóis. Os jogadores da Fiorentina estiveram presentes com as cores do clube, cujo capitão era o próprio Astori.

No último domingo, Astori foi encontrado morte no quarto do hotel onde a Fiorentina estava concentrada para a partida diante da Udinese, em Udine. A autópsia no corpo do zagueiro confirmou que ele sofreu um mal súbito, uma parada cardíaca por causas naturais.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos