Clássicos movimentam rodada do Campeonato Catarinense

A décima-quarta rodada do Campeonato Catarinense terá seu pontapé inicial neste sábado e contará com dois clássicos decisivos para a classificação do Estadual: Joinville x Chapecoense e Figueirense x Avaí.

O JEC recebe a Chape na noite do sábado, às 19h, na Arena Joinville, em jogo que põe frente a frente o líder do campeonato com o quarto colocado. Enquanto a Chape lidera com 27 pontos, o JEC soma apenas 17, o que praticamente deixa o time fora da disputa do Estadual.

A missão não é fácil para o Joinville: em todos os confrontos contra times grandes catarinenses, o JEC não venceu um sequer. De olho na disputa da Série C do Brasileiro, o time do Joinville quer vencer a Chape para provar que pode encarar a terceira divisão nacional.

- Existe uma situação que é evoluir. Temos aí três meses com o grupo. Para uma equipe que quer ter filosofia, ideia, modelo de jogo, ainda é muito pouco. Estamos aprendendo e tem o crescimento. Temos que terminar com uma campanha boa e definir com certeza o que vai precisar para a Série C. Ver carências e virtudes - afirmou o treinador Rogério Zimmermann.

Já a Chapecoense busca a vitória para se manter na liderança, com uma vantagem de apenas um ponto para o vice-líder Figueirense. A temporada da Chape no Estadual é impecável e o lateral Vinicius Freitas aposta na manutenção do nível da equipe para levar o título:

- O grupo todo deu 100%. Esse grupo tem muita qualidade. Se continuar com esse espírito podemos conquistar muitas coisas esse ano.

No domingo, mais um clássico: Figueirense e Avaí fazem o dérbi de Florianópolis às 17h, no Orlando Scarpelli. Para o Furacão, apenas a vitória interessa, já que o time perdeu a liderança do campeonato para a Chapecoense. Milton Cruz, técnico alvinegro, pede calma e lembra que ainda há chances para retomar o topo da tabela:

- Ainda estamos brigando pela classificação. A Chapecoense passou, mas temos jogo importante em casa. Estamos na frente e não tem porque desesperar. Há uma sequência grande, no segundo turno fica mais complicado, pela briga para não cair e a briga para subir. É a mesma dificuldade.

Vindo de derrota contra o Hercílio Luz, o Avaí ainda sonha com o título. Para isso, o Leão da Ilha precisa vencer o clássico com o Figueira, mas o técnico Claudinei Oliveira reconhece a dificuldade do jogo:

- Podemos ganhar e aproximar, o Figueirense tem um time muito consistente, encorpado, estão pontuando todas as rodadas. Temos que buscar a vitória, a derrota seria ruim. Empate ainda tem chances, mas a derrota fica muito distante da briga pelo título.

Confira os outros jogos da rodada do Catarinense:

?11/03 - 17h - Concórdia x Brusque

?11/03 - 20h - Criciúma x Tubarão

12/03 - 20h30 - Hercílio Luz x Inter de Lages

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos