Presidente do Lyon provoca jornalistas, e mídia boicota coletiva do clube

Do UOL, em São Paulo

  • Jean-Pierre Amet/Reuters

O clima entre o presidente do Lyon e os jornalistas franceses está cada dia mais pesado. A bomba estourou na sexta-feira (9), quando os veículos de mídia se uniram para boicotar a coletiva que seria feita pelo meia Lucas Tousart e o técnico Bruno Genésio. O motivo foi a provocação feita nas redes sociais pelo presidente do clube, Jean-Michel Aulas, contra a imprensa local.

A confusão começou na última quinta-feira (8), quando Jean-Michel Aulas postou uma foto em sua conta no Twitter condenando a atitude dos jornalistas franceses, afirmando que eles "criticam injustamente o Lyon, mas voavam no mesmo avião do clube". A imagem foi publicada após a vitória do clube contra o CSKA, em Mouscou, pela Liga Europa.

"O Lyon vai decolar de Moscou em um Boeing fretado pelo clube e que permite os jornalistas do Progrés de estar em primeira classe nas melhores condições de viagem e próximos aos dirigentes e jogadores que eles criticaram injustamente. O Lyon é justo e generoso", postou o presidente.

A ação gerou uma reação imediata. O jornal "Progrés" publicou nota onde afirmou pagar pelas passagens e hospedagens de seus jornalistas durante as viagens. Outros portais de mídia também se mostraram contrários a postura do mandatário. O estopim aconteceu na coletiva, onde um membro da imprensa leu uma carta anunciando o boicote para Lucas Tousart.

"Diante das declarações de Jean-Michel Aulas no Twitter nos últimos dias, maliciosas, mentirosas e indignas de um presidente de clube direcionadas a um consultor e um jornalista, em particular sobre uma suposta cumplicidade com um grande parceiro do clube, a mídia que segue o Olympique de Lyon decidiu, em protesto, ficar em silencio em relação às notícias da partida contra o Caen, no domingo. Portanto, não participaremos desta entrevista coletiva. De qualquer forma, nos desculpe, isso, obviamente, não é nada contra você, nem seu time, nem a comissão técnica. Obrigado pela compreensão - declarou.

O Lyon se pronunciou sobre o assunto através de seu site oficial. Na nota, o clube condenou a atitude da mídia local, afirmando que "não entende a decisão, que penaliza seus leitores, ouvintes e espectadores". O clube também pregou pelo respeito à imprensa e lamentou "que a mídia não mostrou o mesmo".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos