Arão ou E. Ribeiro? Rhodolfo avalia as diferenças com as opções no meio

O Flamengo viaja nesta segunda-feira para Guayaquil, no Equador, com uma dúvida em relação ao time que enfrentará o Emelec na quarta. Carpegiani, após a derrota para o Macaé, disse que a equipe poderia ter mudanças, atuando com um meio-campo reforçado por Willian Arão no lugar de Everton Ribeiro.

Após o treino desta segunda, no Ninho do Urubu, o zagueiro Rhodolfo avaliou as diferenças na equipe com as possíveis formações utilizadas pelo técnico.

Para o camisa 3, que, com o desfalque de Réver, será titular ao lado de Juan, a entrada de Willian Arão dará ao Rubro-Negro características mais defensivas.

- Se o Arão entra, ele ajuda mais na marcação. Se tem outro meia, o time fica mais ofensivo. A gente tem muita qualidade na frente, e temos que saber jogar. Cada um tem que se doar um pouco mais para o time evoluir - disse Rhodolfo.

A indefinição está em manter o sistema de jogo utilizado no ano, o 4-1-4-1 com Everton Ribeiro, Diego, Paquetá e Everton na segunda linha de quatro meias, ou reforçar a proteção da defesa, escalando Willian Arão, ao lado de Jonas, no lugar de um dos meias. No segundo caso, Everton Ribeiro é quem deve sair.

Confira a formação com Everton Ribeiro entre os titulares:

Veja como fica o Flamengo com a possível entrada de Willian Arão:

Dois empates na primeira rodada deixaram o Grupo 4 embolado. Santa Fe (COL) e Emelec (EQU) ficaram no 1 a 1 na Colômbia, enquanto o Flamengo recebeu o River Plate (ARG) e empatou em 2 a 2 no Estádio Nilton Santos.

Rhodolfo destacou a partida contra o Emelec, nesta quarta-feira em Guayaquil, como fundamental para a classificação do Rubro-Negro na fase de grupos.

- Temos que ir para ganhar. Infelizmente, empatamos em casa e agora vamos buscar a vitória. Temos que ter a sabedoria para chegar e fazer um bom jogo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos