Fifa estende punição a Del Nero por mais 45 dias

Marco Polo Del Nero terá de ficar mais tempo longe de todas atividades relacionadas ao futebol. Nesta quarta-feira, a Fifa anunciou que a punição do presidente da CBF, inicialmente prevista para 90 dias, foi prorrogada por mais 45 dias. A princípio, sua suspensão durará em 30 de abril.

Durante este período, a entidade máxima do futebol mundial poderá anunciar uma punição definitiva ou arquivar o caso de Del Nero. O cartola era investigado pelo Comitê de Ética da Fifa desde dezembro de 2015, quando foi indicado por sete crimes de corrupção pelo Departamento de Justiça nos Estados Unidos.

Ciente da extensão da punição Marco Polo Del Nero apressou a articulação para seu sucessor. Rogério Caboclo, diretor-executivo da CBF, foi o escolhido para ser candidato único da eleição, que pode ser marcada entre abril de 2018 e abril de 2019.

Assim como Marin, Del Nero é acusado de receber US$ 6,5 milhões (R$ 21 milhões) em subornos para beneficiar agências de marketing esportivo em contratos da CBF e da Conmebol.

A suspensão a Del Nero ocorreu com base em evidências no julgamento de Marin, no Tribunal Federal do Brooklyn, em Nova York, no final de 2017. Del Nero foi citado por delatores e réus confessos do caso como um dos cartolas mais poderosos do continente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos