Figueirense e volante Pereira são denunciados por confusão em clássico

Além de Claudinei Oliveira, técnico do Avaí, Milton Cruz, treinador do Figueirense, Marquinhos e Luanzinho, atletas do Leão serem denunciados ao TJD, de Santa Catarina, mais dois agentes serão julgados, no Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD-SC), por Mário Cesar Bertoncini, procurador geral: o volante Pereira por agredir Marquinhos e o próprio Figueira

O jogador pode ficar de quatro a 12 partidas pelo artigo 254-A por agressão física. Segundo o procurador, o volante Pereira revidou o soco que levou de Marquinhos.

Além das confusões dentro de campo, no Camarote e nas arquibancadas também entraram em conflito. Após gol do Furacão, os torcedores do Figueira jogaram objetos em direção ao local, onde estavam a comissão técnica do Avaí. Por conta disso, o clube alvinegro foi denunciado e poderá pagar multa entre R$100 e R$100 mil.

O julgamento acontece na próxima terça-feira, dia 20 de março. Os clubes já foram intimados

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos