Aposentadoria? Sheik dá resposta e decide segundo jogo pelo Corinthians

Contratado em janeiro, Emerson Sheik causou dúvidas na torcida do Corinthians. Aos 39 anos e com contrato apenas até o fim de junho, o atacante havia voltado ao clube apenas para se aposentar? Logo em sua apresentação, Sheik rechaçou a ideia e avisou:

- Espero poder dar a resposta a todos vocês jogando, porque é isso que eu gosto de fazer e por isso que vim para cá: para jogar - afirmou o jogador, no dia 19 de janeiro.

Dois meses depois, Sheik prova em campo que ainda pode ser decisivo para o Corinthians. Ele participou de oito jogos até agora e marcou dois gols. O primeiro: um golaço que deu a vitória por 1 a 0 sobre o Mirassol, em jogo que o Timão poderia complicar-se no Paulistão. O segundo: abriu o placar na vitória por 2 a 0 sobre o Deportivo Lara (VEN), pela Libertadores.

Sheik foi titular contra o Lara apenas porque Jadson sentiu dores na coxa direita. Sua participação até o gol foi tímida, apesar de ter chamado o jogo e se movimentado a todo instante. Porém, brilhou na hora em que a torcida já estava começando a ficar impaciente com a falta de oportunidades criadas pela equipe. O atacante ajeitou para Romero, foi para a área, recebeu cruzamento e cabeceou com precisão.

Após a partida, Sheik recebeu elogios do técnico Fábio Carille e de todos os companheiros que falaram na zona mista da Arena Corinthians. Os jogadores elogiaram o comportamento do atacante no dia a dia do CT Joaquim Grava.

O próprio Sheik admite que mudou alguns hábitos e elogiou os profissionais do clube, como a nutricionista Cris e a comissão técnica. O atacante tem adotado o discurso de trabalhar e não pensar na aposentadoria.

- Não acredito mais em jogador predestinado. Um dia já acreditei, hoje não acredito nisso em sorte. Acredito que tem de trabalhar, se cuidar, predestinado talvez, mas hoje acho isso, que você consegue resultados bons - disse Sheik, em entrevista coletiva após a vitória sobre o Deportivo Lara.

Com novos hábitos e importante para o elenco, Sheik também dá a resposta dentro de campo. Aos 39 anos, ele ainda consegue ser decisivo para o Corinthians. A maior dúvida agora é: vai renovar seu contrato que vence já no fim de junho? Pelo jeito, sim.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos