Jair exalta planejamento e vê vitória do Santos como melhor jogo do ano

Planejamento. Para o técnico Jair Ventura, essa é a razão pela qual o Santos conseguiu sair vitorioso do Pacaembu na noite desta quinta-feira, diante do Nacional-URU, pela Libertadores. O treinador havia optado por poupar todos os seus titulares no último domingo, na 12ª rodada do Campeonato Paulista, e acredita ter colhido os frutos na vitória por 3 a 1, pela competição continental. Afinal, o Peixe teve "perna" para correr mesmo com a expulsão de Gabriel ainda no primeiro tempo.

- Planejamento. Por isso, nós poupamos nos últimos jogos. Por conta do planejamento, conseguimos correr com um a menos. Tivemos uma semana muito boa de trabalho. Isso não tem preço. Já entramos sabendo tudo o que teria que ser feito. Perdemos um jogador e fomos extremamente táticos. O Santos mostrou que pode ser um Santos ofensivo, mas pode ter obediência tática e ter entrega, isso fez a diferença - ponderou, e prosseguiu:

- Pela importância, pela entrega em campo, pela aplicação tática quase perfeita do Santos, acho que sim, foi o melhor até aqui.

O treinador também explicou a alteração no intervalo, quando Vecchio foi sacado do meio-campo para a entrada do lateral-esquerdo Dodô. Jean Mota, então, foi deslocado ao centro, dando mais velocidade ao time.

- A entrada do Dodô (no começo do segundo tempo) foi tática. Nos entregamos em campo. Se tivemos jogado com equipe principal na última rodada do Paulistão, não teríamos o time inteiro hoje. Foi uma vitória da tática praticamente perfeita, de entrega desse grupo e do planejamento. Muito importante.

Pela Libertadores, o Santos volta a campo apenas em abril, para enfrentar o Estudiantes, em La Plata, na Argentina. Pelo Paulistão, o próximo compromisso é neste domingo, contra o Botafogo, no primeiro jogo das quartas de final.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos