O que dizem os clubes sobre Caboclo candidato único a presidente da CBF

Marco Polo Del Nero está suspenso pela Fifa de suas funções como dirigente, mas está mais ativo do que nunca nos porões do futebol. Com o apoio das federações, ele articulou a sucessão presidencial da CBF com chapa única, encabeçada por Rogério Caboclo, atual diretor executivo de gestão da entidade. Como possivelmente seguirá afastado de cargos ligados ao futebol e não poderá viajar para o exterior para não correr risco de ser preso, Del Nero se mexeu para seguir indiretamente no poder. Para que uma candidatura a presidente da CBF seja viabilizada, é preciso o apoio por escrito de oito (das 27) federações estaduais e cinco (de 20) clubes da Série A.

De acordo com o "GloboEsporte", só as federações de São Paulo e Rio de Janeiro não endossaram apoio a Caboclo. Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol, tentou lançar candidatura, sem sucesso. A eleição na CBF, com candidato único, deve ser marcada para 16 de abril.

E os clubes, como ficam nessa? O LANCE! pediu o posicionamento das diretorias da Série A sobre a questão - nem todos responderam. Quem falou em "golpe sujo" foi Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, o primeiro a se manifestar. É o único publicamente contra. Cinco são declaradamente a favor e maioria ficou em cima do muro ao ser questionada. Procurada pela reportagem, a CBF afirmou que não comenta candidaturas antes que ocorra o período eleitoral da entidade, que começa em abril.

Confira o que as diretorias responderam a respeito do assunto:

CORINTHIANS-SP (contra)

O clube é totalmente contra o processo, já se colocou abertamente como oposição. "É um golpe baixo. Não pode ter nada sem os clubes, e os clubes não vão aceitar isso", afirmou o presidente Andrés Sanchez.

SÃO PAULO

O São Paulo não vai se posicionar oficialmente. Mas o L! apurou a posição do Tricolor. Rogério Caboclo é conselheiro vitalício do São Paulo, apoia a atual diretoria e é um aliado, apesar de não estar exatamente próximo das pessoas da gestão. A diretoria apoia o nome dele para a presidência da CBF. Mas o relacionamento do São Paulo com o Reinaldo Carneiro Bastos, que seria outro candidato, é muito bom. Na prática, o São Paulo não tem preferência por um ou outro. O clube está de olho em alianças que serão costuradas.

SANTOS-SP

O clube não quis se posicionar e alega que é algo ainda a ser debatido internamente pelos diretores santistas.

FLAMENGO-RJ

"As mudanças no estatuto da CBF em 2017 tornam muito difícil que clubes influenciem decisivamente o processo eleitoral, uma vez que o peso dos votos das federações é maior e será determinante. De qualquer forma, parece precipitada a definição sobre candidaturas neste momento, faltando ainda tantos meses para as eleições", foi a resposta enviada pela diretoria.

FLUMINENSE-RJ (a favor)

A diretoria diz que o Tricolor é signatário da chapa que tem o nome do Rogério Caboclo como candidato. Já foi, inclusive, assinado.

VASCO-RJ

Alexandre Campello, presidente, afirmou: "O Vasco vai aguardar um cenário mais claro, com oficialização das candidaturas. Mas é importante lembrar que, com a relevância dada hoje aos votos das Federações, suas posições são cada vez mais determinantes nesse processo".

CRUZEIRO-MG (a favor)

Wagner Pires de Sá, presidente do clube, afirmou: "A posição do Cruzeiro, e acredito que de todos os times mineiros, é de que vamos apoiar o Rogério Caboclo. Nós estamos unidos, confiantes em um trabalho que começará a ser realizado. Nós, do Cruzeiro, acreditamos que estamos entrando em uma nova era da CBF. E, com o auxílio da Federação Mineira de Futebol (FMF), a partir de agora, teremos uma representatividade maior na Confederação".

ATLÉTICO-MG (a favor)

Por meio da assessoria de imprensa, o Galo confirmou que é favorável à candidatura de Rogério Caboclo para a presidência da CBF.

AMÉRICA-MG (a favor)

?Marcos Salum, presidente do Conselho de Administração, afirmou: "É claro que é uma pena quando temos uma eleição de confederação ou de federação com chapa única. O ideal seria uma disputa entre dois ou mais candidatos. Mas nós apoiamos a viabilização desta candidatura, em especial por ter Castellar Neto como um dos vice-presidentes. Conheço Rogério Caboclo apenas no aspecto técnico. Ele nunca geriu entidade, e, espero que tenha toda sorte do mundo neste novo desafio. Agora, a gente está muito satisfeito por, pela primeira vez ter um vice-presidente eleito, como Castellar Neto (presidente da Federação Mineira de Futebol). Minas Gerais está com muitos problemas, e ter um nome na CBF será importante para nos dar representatividade nacional."

GRÊMIO-RS

Romildo Bolzan, presidente do clube, afirmou: "Na verdade, este foi o cenário político que se criou, no qual foi viabilizada a candidatura única. Agora, em nenhum momento, eu tive participação em qualquer reunião. Não posso ter avaliações precisas sobre a candidatura de Rogério Caboclo. Diante disto, resta ao Grêmio encaminhar o seu apoio".

CHAPECOENSE-SC (a favor)

Plínio David de Nês Filho, presidente da Chape, afirmou: "Acredito que a candidatura foi uma construção bem feita. Rogério Caboclo é um jovem que tem um conhecimento muito grande sobre o futebol brasileiro. Desde quando era um diretor executivo da entidade, ele conseguiu a simpatia das federações e dos clubes, e contribuiu para dar uma qualidade maior ao futebol brasileiro. Trata-se um homem com boas ideias, e tenho certeza de que fará uma boa gestão, sem ser concentrada em alguns clubes".

CEARÁ

Robinson de Castro, presidente do clube, afirmou: "O Ceará não vai emitir uma opinião em relação a uma candidatura única. Caso tivesse dois candidatos, teríamos uma chance escolher. Tendo a candidatura única, como é o caso de Rogério Caboclo, vamos evitar uma avaliação positiva ou negativa em relação a ele. Afinal, não teremos como mudar."

ATLÉTICO-PR

O Atlético-PR afirmou por assessoria que não vai se pronunciar.

PARANÁ

O clube afirmou por meio de sua assessoria que não vai emitir opinião.

BAHIA

"Estamos aguardando a oficialização da candidatura", afirmou Guilherme Bellintani, presidente do clube.

*Palmeiras, Botafogo, Internacional e Vitória prometeram enviar um posicionamento das diretorias ao L!. O Sport não retornou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos