Com time encaixado, Santos não deve poupar seus titulares no Paulista

  • Daniel Vorley/AGIF

Jair Ventura está muito perto de achar a escalação considerada ideal no Santos. Ao menos com o que hoje tem à disposição no elenco. Com poucas dúvidas e problemas a serem solucionados, o treinador carioca deve mandar força máxima a campo na partida desde domingo, contra o Botafogo, pelas quartas de final do Campeonato Paulista e a tendência é de que não poupe mais seus principais jogadores em fases importantes das competições.

"Não porque agora é mata-mata. Vamos sacrificar, porque nosso objetivo é o título. Como nós fizemos contra o São Bento, de poupar todo o time, não faremos mais. Queremos brigar pelo título e faremos esse sacrifício. Queremos ter força em todas as competições em momentos decisivos, é isso que eu sempre disso. Testei 31 jogadores na primeira fase e sei com quem posso contar ou não", ponderou o treinador, em entrevista coletiva.

A principal alteração que deve acontecer na lateral esquerda. Depois de entrar no intervalo do jogo no Pacaembu e ser muito elogiado, Dodô deve se firmar no setor.

Com isso, há duas opções possíveis para Jean Mota, que até então vinha sendo improvisado na ala: o banco de reservas ou uma chance no meio-campo, como armador, já que o meia argentino Emiliano Vecchio vem em baixa. Contra o Nacional, Jean se movimentou bem no meio. Com Alison em alta, Léo Cittadini também ganhou a vaga no setor.

O Santos volta a campo neste domingo, em Ribeirão Preto, para enfrentar o Botafogo, pelo jogo de ida das quartas de final do estadual. Pela Libertadores, o próximo compromisso será contra o Estudiantes, em La Plata, na Argentina, apenas em abril.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos