Estratégia perfeita e eficiência alta: Roger festeja vitória do Palmeiras

O Palmeiras venceu o Novorizontino por 3 a 0, abriu vantagem nas quartas de final do Paulistão e completou três jogos seguidos sem sofrer gols - a defesa já havia saído ilesa contra São Paulo e Ituano. Não quer dizer que a equipe não tenha sofrido, mas "saber sofrer" também é uma vantagem destacada por Roger.

- Tivemos eficiência alta. Quando a gente sofre defensivamente, a gente tem um goleiro que atua. O Jailson fez uma defesa importante no início do segundo tempo. O Victor (Luis) também salvou uma bola importante. O que valorizo muito é a eficiência. O jogador de qualidade, por vezes, precisa de uma bola e meia para efetuar - analisou o treinador do Palmeiras.

- Nós fizemos uma estratégia perfeita. Nos momentos em que estávamos sofrendo um pouco defensivamente, matamos o jogo. As peças que entraram contribuíram para decidir o jogo a nosso favor - completou.

O técnico detectou o que fez a equipe, sobretudo no início do segundo tempo, conceder alguns espaços ao Novorizontino e permitir que o rival criasse chances:

- Nossos jogadores cansaram e a gente deixou de pressionar um pouquinho quando o adversário entrava no nosso campo. Precisávamos pressionar um pouco mais para evitar que essa bola circulasse, como aconteceu em alguns momentos - pontuou.

O Palmeiras volta a campo na quarta-feira, às 21h45, no Allianz Parque, buscando confirmar sua vaga nas semifinais.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos