Retrospecto positivo de Aguirre em mata-matas vira trunfo do São Paulo

O técnico Diego Aguirre estreia neste sábado (17) como técnico do São Paulo. Sem tempo para treinar a equipe, o uruguaio inicia sua jornada logo em um mata-mata. Nesta tarde, às 16h, o Tricolor encara, fora de casa, o São Caetano pelo primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Paulista. Ao seu favor, a equipe do Morumbi conta com o retrospecto positivo de seu treinador em jogos decisivos. Afinal, nos últimos 14 duelos eliminatórios que enfrentou, Aguirre saiu vitorioso em nove, aproveitamento de 64%.

Em seus últimos três trabalhos (Internacional, Atlético-MG e San Lorenzo), Aguirre conquistou apenas um título - Gaúchão de 2015 -, é verdade. Entretanto, o comandante conseguiu montar equipes competitivas, que, quando derrotadas, vendiam caro o revés. Prova disto é o desempenho de seus comandados em duelos eliminatórios (confira a lista completa abaixo).

A característica do uruguaio é justamente o que a diretoria do Tricolor procurava em um treinador após a demissão de Dorival Júnior, criticado pelas más atuações da equipe e as seguidas derrotas em clássicos. O primeiro desafio de Aguirre será no estádio no Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Sem tempo para treinar a equipe, por conta dos problemas com seu visto de trabalho e do jogo no meio da semana contra o CRB, o treinador deixou claro que espera muita entrega de seus comandados em campo.

- Acho que é fundamental o time mostrar competitividade, atitude e motivação total para ganhar cada jogo. É a primeira coisa que precisamos dar para o time. As coisas de futebol, de tática, de funcionamento, vamos fazer em campo a cada jogo. Quero que o torcedor seja representado pelo time que vê dentro de campo - cravou Aguirre em sua apresentação no clube do Morumbi.

A tendência é de que a pressão por bons resultados não seja apenas na estreia do novo treinador do São Paulo. Afinal, o clube tem pela frente uma maratona de jogos decisivos pelo Paulistão, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. Diante deste panorama, o elenco do Tricolor vai precisar acreditar nas palavras do treinador. Afinal, experiência em jogos de mata-mata não falta ao uruguaio.

Histórico recente de Aguirre nos mata-matas:

Confrontos vencidos

- Pelo Internacional

Cruzeiro (RS) - quartas de final do Gaúchão de 2015

Brasil de Pelotas - semifinais do Gaúchão de 2015

Grêmio - final do Gaúchão de 2015

Atlético-MG - oitavas de final da Copa Libertadores de 2015

Independiente Santa Fé (COL) - quartas de final da Copa Libertadores de 2015

- Pelo Atlético-MG

URT (MG) - semifinal do Campeonato Mineiro de 2016

Racing (ARG) - oitavas de final da Copa Libertadores de 2016

- Pelo San Lorenzo

Emelec (EQU) - oitavas de final da Copa Libertadores de 2017

Ciploetti (ARG) - primeira fase da Copa da Argentina 2017

Confrontos perdidos

- Pelo Internacional

Tigres (MEX) - semifinal da Copa Libertadores de 2015

- Pelo Atlético-MG

América-MG - final do Campeonato Mineiro de 2016

São Paulo - quartas de final da Copa Libertadores de 2016

- Pelo San Lorenzo

Deportivo Morón - segunda fase da Copa da Argentina de 2017

Lanús - quartas de final da Copa Libertadores de 2017

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos