Ela achou fotos inéditas da Seleção de 1958. Agora quer publicar um livro

A jornalista Silvia Herrera encontrou, em sua casa, tesouros guardados há quase 60 anos. São 70 fotos raras da Seleção de 1958, que conquistou o primeiro título mundial do Brasil. As fotos foram feitas pelo pai de Silvia, o fotojornalista Antonio Lucio (1930-2000), considerado um dos melhores fotojornalistas do mundo, com dois Prêmios Esso na bagagem. Agora, Silvia quer montar um livro com as fotos e a obra já tem até nome: "Seleção Nunca Vista". Para conseguir seu objetivo, fato que requer R$ 15 mil, ela abriu uma campanha de financiamento compartilhado que vai até o dia 30 deste mês. Os interessados podem contribuir no site Catarse: https://goo.gl/eKNxQN.

Antonio Lucio fez as fotos da Seleção Brasileira durante período de treinos em

Poços de Caldas (MG), entre 10 e 21 de abril de 1958, naquela que é avaliada por muitos como a primeira concentração do Brasil bem elaborada antes de uma Copa. Há escassos documentos sobre essas atividades antes da viagem para a Suécia. Silvia Herrera sabia que o seu pai havia sido escalado para a cobertura dos treinos em Poços de Caldas, mas nunca tinha visto as fotos desse tempo. Em novembro de 2013, porém, ela achou as preciosidades.

- Depois que meu pai morreu, meus irmãos deixaram tudo que tinha de fotos do papai na minha casa. Tenho cerca de 20 mil negativos, um armário cheio. No fim de 2013, eu estava pedalando e tive um insight. Era como se meu pai tivesse falando comigo: "Silvinha, cadê os negativos da Seleção de 58?". Essa mensagem veio na minha cabeça. Cheguei em casa e comecei a procurar. Pouco antes de morrer, meu pai deixou os negativos mais importantes da vida dele numa caixinha de madeira. Fui abrir essa caixa e lá estavam os negativos de 58, em um envelope azul. Fico arrepiada só de lembrar - comentou Silvia.

Revistando os arquivos do pai após o achado, Silvia descobriu que apenas duas das 70 fotos foram publicadas na íntegra em 1958. Dado o ineditismo das imagens, a jornalista passou a correr atrás de apoio para publicar o livro.

- Tinha uma editora interessada, mas ela desistiu por conta do momento econômico do país. Depois fui atrás de patrocínio de empresas e também não rolou. Um empresário me falou: "Faz um crowdfunding. Tenho certeza de que em 15 dias você vai conseguir esse dinheiro". De forma incrível, ele tinha razão. Abri a campanha e muitos estão ajudando. Tenho prometido o apoio de um escritório de advocacia, um valor que já cobre os custos para publicar o livro. Estou muito feliz que as coisas estão caminhando. É uma forma de homenagear não só meu pai, mas também os jogadores - falou Silvia Herrera.

O período de treinos em Poços de Caldas serviu para o técnico Vicente Feola avaliar seus pré-convocados para a Copa do Mundo, já que algumas peças precisariam ser cortadas para a lista final. Dos grandes nomes da Seleção Brasileira, apenas Garrincha não participou dos treinos em Poços de Caldas - ele ficou no Rio de Janeiro por conta de uma cirurgia nas amígdalas.

- Olhando as fotos, consegui reconhecer alguns jogadores, mas muitos eu não sabia. Eu sou especialista em corrida de rua, não de futebol. Aí, liguei para o Antero (Greco), que trabalhou com o papai e comigo no Jornal da Tarde. Ele quase "caiu da cadeira" quando viu as fotos. Pedi para ele me ajudar e ele aceitou na hora. O Antero fez as legendas para o livro e um texto de abertura, que contextualiza o momento da Seleção em 1958. Tinha uma foto que nem o Antero reconheceu o jogador. Procurei o Pepe (campeão do mundo como jogador em 1958) e nos encontramos em uma padaria em Santos. Ele se emocionou com a foto... "Esse aí é o Pampolini" (ex-Botafogo) - recordou Silvia.

Com R$ 15 mil, Silvia conseguirá imprimir 3 mil exemplares do livro. Porém, o crowdfunding permite que o valor ultrapasse a meta. Caso a quantia até 30 de março seja maior do que o objetivo inicial, a jornalista pretende empregar o dinheiro em uma homenagem que envolverá Pepe, atualmente com 83 anos:

- No encontro com o Pepe, peguei um depoimento com ele, que vai entrar no livro. Passando dos R$ 15 mil, estou com algumas ideias para o lançamento. Quero levar Pepe de Santos para São Paulo no dia do lançamento do livro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos