Falta de concentração vira problema e mobiliza Corinthians para quinta

Há uma mobilização no Corinthians para elevar o nível de concentração dos jogadores na partida contra o Bragantino, pela volta das quartas de final do Paulistão. Na derrota por 3 a 2 no confronto de ida, um grande problema apontado pela comissão técnica foi a falta de concentração, o que ainda gera o aumento no número de passes errados.

Esse mesmo motivo já havia sido apontado por outras atuações ruins durante a primeira fase do Paulistão, especificamente em jogos contra times menores. Para o mata-mata, o técnico Fábio Carille conversou até com o gerente Alessandro Nunes para analisar o que poderia ser feito para "acender" a equipe, termo bastante usado pelo treinador.

No primeiro jogo das quartas de final, porém, o nível de concentração dos jogadores novamente foi considerado abaixo. O Timão sofreu dois gols após bola parada, algo exaustivamente treinado na véspera das partidas.

Nesta temporada, o Corinthians tem como exemplos de nível de concentração alto os três clássicos e da partida contra o Millonarios (COL), na estreia da Libertadores. O Timão venceu o São Paulo por 2 a 1, derrotou o Palmeiras por 2 a 0, ambos em Itaquera, e empatou por 1 a 1 com o Santos, como visitante, no Pacaembu. No torneio sul-americano, empate sem gols em Bogotá, na Colômbia.

O Corinthians agora tem mais dois dias de trabalho antes de enfrentar o Bragantino, na quinta-feira, às 20h. Além dos treinos em campo, a missão da comissão técnica é "acender" os jogadores para reverter a vantagem do rival.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos