Após virada no fim, Zé lamenta 'muito sofrimento' na bola aérea

O Vasco não conseguiu segurar a vantagem do empate, inclusive quando estava vencendo (de virada) o Botafogo nesta quarta-feira, pela semifinal da Taça Rio. O revés por 3 a 2, com dois levados de bola aérea - e dois feitos, justiça seja feita -, fez Zé Ricardo lamentar a eliminação em entrevista coletiva.

- Foi um grande clássico, assim como no domingo. Tivemos chances, fizemos um bom volume, conseguimos a virada. Botafogo empatou. Tivemos chance para o terceiro. O desgaste foi grande. Em um lance que estamos sofrendo muito, o Botafogo conseguiu a vitória, justa - comentou Zé, emendando:

- Fazemos trabalhos em busca da perfeição para não sofrermos tanto. Posicionamento do corpo, imposição física... são vários motivos. Precisamos trabalhar. Ainda temos chance de conquistar o Carioca. Vamos em busca para não sofrermos tanto - completou.

O treinador vascaíno também conheceu a sua primeira derrota em clássicos na carreira, após 21 partidas. Zé Ricardo também salientou que não há "nada consolidado" em relação a peças intocáveis entre os 11.

- Não tem nada consolidado. O Evander sentiu uma fisgada. Wagner entrou em uma posição que se sente à vontade. Estamos sempre em busca de melhorar, de forma bem leal. Queremos fortalecer todos.

O Vasco folga nesta quinta e se reapresenta na sexta, visando, agora, as semifinais do Campeonato Carioca.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos