Goleiros Jean e Sidão conversam para acabar com mal-estar no São Paulo

O São Paulo espera que a aparente troca de rusgas indiretamente entre Sidão e Jean, usando suas redes sociais, tenha chegado ao fim. Antes do treino desta quinta-feira, no CT da Barra Funda, os dois goleiros conversaram para acabar com o mal-estar em meio à disputa por posição.

As informações foi de que o bate-papo ocorreu naturalmente e, aparentemente, aparou as arestas. A preocupação da comissão técnica é de que a busca de ambos pela titularidade na equipe ocorra apenas devido ao mérito de cada um dentro de campo.

O episódio mais recente, enxergado no clube como limite para acabar com o mal-estar, ocorreu na noite dessa quarta-feira. Jean, que acabou de perder a posição para Sidão, publicou em seu Instagram a mensagem "Pensamento do dia: Quem é mau caráter, sempre vai achar uma desculpa para tornar legítimas suas ações" - o post já foi apagado.

No domingo, dia seguinte à falha de Jean que gerou a derrota por 1 a 0 para o São Caetano, na ida das quartas de final do Paulista, Sidão publicou vídeo com uma série de defesas suas pelo São Paulo e também participação com o pé na saída de bola - contra o Red Bull, na semana passada, Jean errou com o pé e sofreu gol também. Mas Sidão, na terça-feira, assegurou que não houve maldade em seu post no Instagram.

- Fiquei um tempo sem jogar e, no domingo, foi um momento meu de expressar minha gratidão por estar voltando a treinar. Jamais pensei no jogo de sábado quando expressei aquilo na minha rede social. Estava expressando o meu sentimento, minha vontade de voltar a trabalhar e treinar. Postei o vídeo somente para isso, para agradecer as pessoas que gostam de mim. Algumas pessoas viram maldade, mas internamente estamos cuidando para que as coisas externas não entrem aqui (no clube) - disse Sidão, recém-recuperado de lesão muscular.

No domingo, ainda houve um desentendimento durante o treinamento, fechado à imprensa, que o próprio Sidão tornou público em sua entrevista depois da vitória sobre o São Caetano, na terça-feira. Mas o goleiro assegurou que a discussão não foi com Jean, embora mantenha o mistério sobre o outro jogador envolvido no episódio.

A expectativa no São Paulo é de que as rusgas entre Jean e Sidão tenham chegado ao fim. Nas semifinais do Campeonato Paulista, a tendência é de que Diego Aguirre mantenha Sidão no gol, já que o próprio técnico acredita que a experiência do camisa 12 será importante em partidas decisivas.

Jean chegou ao São Paulo no começo do ano e custou cerca de R$ 10 milhões ao clube. Com 22 anos de idades, 13 anos mais novo do que Sidão, desembarcou no CT da Barra Funda dizendo que esperaria sua oportunidade, e Sidão também o recepcionou colocando-se à disposição para ajudá-lo. Em menos de três meses, porém, já foi necessária uma reunião para aparar as arestas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos