Topo

Esporte


Inspirado em Renato Augusto e Casemiro, Liziero estreia em clássicos

2018-03-23T18:17:28

23/03/2018 18h17

A semifinal do Campeonato Paulista, no domingo, contra o Corinthians, será o primeiro clássico de Liziero no time principal do São Paulo. E o meio-campista de 20 anos, que barrou Petros no último jogo, tem como inspiração jogadores da Seleção Brasileira para seu estilo com passes em profundidade dar certo como ocorreu na base.

- É uma característica minha que vem desde a base. Tento sempre jogar para frente e buscar algumas jogadas. Gosto muito do Xavi, que jogava no Barcelona e, para mim, é um dos melhores. E gosto muito do Casemiro e do Renato Augusto, pela movimentação - comentou, prometendo não se assustar por atuar em um Majestoso.

- Sei o peso dos jogos no time principal, mas, desde o final do ano passado, tenho encarado uma série de decisões na base. O São Paulo sempre chega longe nas competições da base e briga pelos títulos, isso nos deixa acostumados a grandes jogos.

Foi exatamente isso que o jogador mostrou diante do São Caetano, sendo um dos mais incisivos na bem-sucedida missão são-paulina de vencer o adversário por 2 a 0, no Morumbi, na terça-feira. Mas Liziero, que começou a treinar com frequência no CT da Barra Funda apenas há duas semanas, não esconde a surpresa que sentiu ao ser informado de que seria titular.

- Foi uma surpresa. Fui treinar, o Aguirre conversou comigo e disse que eu ia jogar. Tentei ficar tranquilo. Meus companheiros me ajudaram muito e pude entrar tranquilo em campo. O Petros mesmo me disse para entrar em campo com tranquilidade, ficar de cabeça tranquila e dar o meu melhor. Fazer o máximo que eu poderia que tudo daria certo - contou.

- Fiz uma partida regular. Errei alguns lances por ansiedade, mas acontece. O importante é que corri o máximo que pude e consegui ajudar o São Paulo. Coloquei na minha cabeça que iria dar o meu máximo e ajudei o time a se classificar. Agora, depende do Aguirre. Vou trabalhar e, se ele me der a oportunidade, vou tentar dar o máximo - disse Liziero, prometendo o espírito que o tornou um dos principais destaques recentes na base tricolor.

- Sou tranquilo e não deixo deslumbrar, porque sei que ainda tem muito pela frente. Conquistei títulos na base, mas agora é uma nova história. Preciso mostrar o meu futebol. Quero evoluir ainda mais e aprender com os mais experientes. Felizmente, foram muitas novidades em pouco tempo, mas já estou preparado para encarar os próximos desafios.

Mais Esporte