Roger pede pé no chão no Palmeiras para semi: "O que nos dá o favoritismo?"

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Roger ressaltou que Palmeiras não tem vantagem sobre o Santos na semifinal

    Roger ressaltou que Palmeiras não tem vantagem sobre o Santos na semifinal

Na véspera do jogo de ida da semifinal do Paulistão, contra o Santos, marcado para as 19h deste sábado, no Pacaembu, o técnico Roger Machado teve de responder até sobre um possível confronto com o Corinthians na decisão. O técnico passou praticamente toda a sua entrevista tentando afastar o rótulo de favorito.

"O sentimento do nosso torcedor, o otimismo dele e a avaliação externa não fazem parte da nossa avaliação interna. Chegamos em um grande momento para enfrentar o Santos na semifinal, porém a vantagem que nós temos é só ter conseguido jogar bem nos últimos jogos, entrando com confiança nessa fase. Não é uma vantagem de fato, nem tampouco favoritismo. O campeonato não chegou na final. Imaginar que estaremos na final com adversário A ou B não é uma forma adequada de encarar", disse Roger, ao ser questionado sobre a possibilidade de um dérbi na final.

"Por que que essa palavra deveria ser adotada? O que nos dá o favoritismo? Se você disser que entraremos com três gols de vantagem porque temos os melhores números, posso garantir que seremos favoritos. Mas o jogo começa 0 a 0 e a gente sabe como são os clássicos. A gente sabe o quão frustrante foi ser considerado favorito ano passado e não confirmar. Não vejo benefício nenhum em ser considerado favorito. Sabemos que chegamos em grande momento, mas isso não nos dá vantagem e nem garantia de título. A gente chega em um bom momento, mas favoritismo, não", emendou.

O Palmeiras é dono da melhor campanha do Paulistão e já garantiu, inclusive, a vantagem de ser mandante do jogo de volta em uma eventual decisão. O time também é dono do melhor ataque, da melhor defesa e do artilheiro da competição (Borja, que não joga neste sábado por estar a serviço da seleção colombiana). Não há, porém, a vantagem de dois resultados iguais nos mata-matas.

O Palmeiras deve enfrentar o Santos com Jailson, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Keno, Dudu e Willian.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos