Aparecidense e Vila Nova não saem do zero no 1º da semifinal do Goiano

Em empate sem gols, semifinal entre Vila Nova e Aparecidense continua aberta. Equipes se enfrentaram no estádio Anníbal Toledo, neste sábado, às 16:00. Jogando em casa, a Aparecidense teve mais chances de gol, porém não conseguiu converter. Apesar de criar menos, o Vila Nova foi perigoso em determinados momentos, mas também não consegue ser eficaz.

1º tempo lá e cá

O jogo começou com o Aparecidense superior. Mais envolvente, até os 15 minutos da primeira etapa, o Camaleão já tinha chegado três vezes com perigo ao gol de Pasinato. O veterano atacante, Nonato, foi o jogador mais incisivo nesse período. Aos nove minutos, disputou bola na zaga e quase completou para o gol vazio. Seis minutos depois, cabeçou com perigo para boa defesa do goleiro do Vila.

Acuado, o Vila Nova decidiu responder as chegadas do Aparecidense. Aos 17 minutos, Geovane soltou uma bomba de fora da area, exigindo boa defesa do goleiro Busatto, a bola ainda chegou a bater na trave. Sete minutos depois, Geovane bateu forte de canhota, de fora da area, para mais uma grande defesa de Busatto.

Nos últimos minutos, mais uma boa chance para cada lado. Primeiro com Uederson, arriscando de fora da área e levando perigo a meta do Vila Nova. Depois com Keké, que recebeu sozinho, mas o chute saiu mascado, sem perigo para a meta aparecidense. O primeiro tempo terminou com ambos os times procurando o gol. Porém, com boas atuações de seus respectivos goleiros, o placar continuou no zero.

2º tempo morno

O início do segundo tempo foi bem diferente do primeiro. As equipes tiraram um pouco o pé do acelerador e o início da segunda etapa foi menos movimentado. O meia Araújo, da Aparecidense, tomou cartão amarelo e Fagner, meia do Vila Nova, foi substituído pelo zagueiro, Alisson Brand, aos 12 minutos do primeiro tempo.

Sem criatividade, os treinadores fizeram mudanças para tentar imprimir outro estilo em campo. No Vila. Vinicius Leite saiu para entrada de Mateus Anderson. No Aparecidense, Washington deu lugar a Cristiano e Nonato, o meia Uéderson saiu para entrada do atacante Aleilson e Nonato saiu para a entrada do atacante Gilvan.

As mudanças não surtiram tanto efeito em ambos os times, ainda sem criatividade e a mesma intensidade exibida no primeiro tempo, a chance mais perigosa do segundo tempo, foi do Vila Nova. Mateus Anderson cabeceou rente à trave, após cruzamento de Anderson Luís.

Empate justo

O empate em 0 a 0 deixa o jogo de volta aberto. Nesta terça-feira, às 20:30, no Serra Dourada, os times voltam a se enfrentar e decidir, enfim, quem se classifica para a final.

No ano passado, os times se enfrentaram na semifinal e o Vila Nova se classificou. Na fase de classificação, a Aparecidense venceu por 3 a 1, com gols de Nonato, Thiago Carvalho e Alex Henrique. Gastón Filgueira descontou para o Vila.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos