Goleiros reprovam bola da Copa do Mundo: 'Vamos ter problemas'

Parece que uma bola será protagonista da Copa do Mundo mais uma vez. Depois da Jabulani roubar a cena no Mundial da África do Sul, em 2010, por ser amplamente criticada, agora é a vez da Telstar 18 não passar no teste dos goleiros da Copa.

No amistoso realizado nesta sexta entre Alemanha e Espanha, tanto o goleiro David De Gea quanto Ter Stegen ficaram insatisfeitos com a performance da bola da Copa do Mundo, e reclamaram na saída do jogo em entrevista ao jornal madrilenho AS:

- Faz coisas estranhas. E não sabemos se é melhor que tenha mais ou menos pressão - avaliou o goleiro espanhol.

- Podia ser melhor. Se mexe muito. Mas parece que vamos ter que nos acostumar a trabalhar com ela e tentar dominá-la da melhor maneira possível antes que comece o Mundial. Não teremos outro remédio. Mas podia ser melhor, ainda há tempo - completou o goleiro alemão.

Segundo os jogadores, o principal impacto da bola é nos chutes de longa distância. Justamente no jogo entre Alemanha e Espanha, Thomas Muller marcou um lindo gol de fora da área, e o goleiro espanhol Pepe Reina prevê mais lances do tipo durante o Mundial da Rússia:

- Ela faz coisas estranhas, tem um voo incontrolável e há muito a melhorar. Aposto que no Mundial vamos ver, pelo menos, 35 golos marcados de longe porque é impossível decifrar. Além disso, está coberta de uma película de plástico que dificulta a defesa. Nós, goleiros, vamos ter muitos problemas com esta bola.

A Alemanha volta a jogar nesta terça-feira, em amistoso contra a Seleção Brasileira. Já a Espanha encara a Argentina, também na terça.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos