Com dois gols de Thiago Neves, o Cruzeiro avança à final do Mineiro

Com Mineirão cheio e show de Thiago de Neves, o Cruzeiro venceu o Tupi por 2 a 1, neste domingo, em jogo válido pela semifinal do Campeonato Mineiro e está na grande final da competição. O meia aplicou dois gols, além de outro anulado, enquanto o valente Tupi teve gol de honra de João Vitor.

Com a vitória, o Cruzeiro espera o confronto entre América-MG e Atlético-MG, ÀS 16h, no Independência, para saber quem irá jogar na decisão.

O JOGO

Nos primeiros minutos de partida, o Tupi assumiu o controle do jogo chegando mais ao ataque, enquanto o Cruzeiro marcando no campo de defesa, sem esboçar muita reação. Mesmo assim, foi a Raposa que marcou primeiro, aos 15 minutos, após bola mal afastada pelo zagueiro Wellington, do Galo Carijó, o meia Thiago Neves recuperou, driblou um marcador, passou para Robinho, que devolveu, e o camisa 30 empurrou para a rede.

A garra do time Alvinegro superou a a força dos 47 mil torcedores no Mineirão, quatro minutos, João Vitor - após invadir área pela direita - cortou para esquerda e tocou no canto do goleiro Rafael e empatou a partida.

PREOCUPAÇÃO

O atacante Fred, que estava voltando de lesão da panturrilha direita, se machuca ao disputar bola com zagueiro do Tupi. O camisa 9 foi tentar chutar, mas acabou se dando mal e, aparentemente, torceu o joelho direito.

Ao final, as equipes diminuíram o ritmo intenso da partida. O Tupi ainda conseguiu chegar com perigo ao gol do Cruzeiro, que teve um gol anulado erradamente de Thiago Neves.

Na segunda etapa, o Cruzeiro voltou mais ligado e mais rápido. Logo no primeiro minuto de partida, Thiago Neves cobra escanteio e Raniel desvia, mas bola sai para fora. Mas a equipe Alvinegra, também revidou, mas sem perigo.

A partida deu uma esfriada pela intensidade imprimida nos minutos iniciais. O Tupi tenta buscou ataque sem muita organização, e o Cruzeiro aplicou descidas rápidas, com perigo.

MAIS UM DO CAMISA 30

O segundo gol de Thiago Neves, aos 35 minutos, após Egídio cruzar da linha de fundo e o camisa 30 celeste cabeceou com jeito, no contrapé de Vilar, sem chances para o goleiro. Com o gol, o meia assumiu a vice-artilharia do Campeonato Mineiro.

Após gol, as equipes acalmaram novamente. O Tupi tentava, mas parava na tática e técnica de Mano Menezes. A equipe da casa teve mais uma chance ao final, mas parou por aí.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 2X1 TUPI

Local: Mineirão, Belo Horizonte (BRA)

Data-Hora: 25/3/2018 - 11h

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães ( FIFA)

Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (FIFA) e Gabriel Conti Viana (CBF)

Cartões amarelos: Rafinha, Rodrigo Dias, Patrick Brey, Sidimar

Cartões vermelhos:

Gols: Thiago Neves (16'/1º tempo e 35' - 2º tempo), João Vitor (20'/1º tempo)

CRUZEIRO: Rafael; Lucas Romero, Leo, Murilo e Egídio; Henrique e Bruno Silva (Ezequiel - 2ºtempo); Robinho (Mancuello/41'2º tempo), Thiago Neves e Rafinha; Fred (Raniel - 25'/1º tempo). Técnico: Mano Menezes.

TUPI: Vilar; Rodrigo Dias, Sidimar, Wellington e Patrick Brey; Leo Costa, Leo Salino, João Vitor (Patrick) , Thiaguinho (Vitinho); Renato Kayser e Reis. Técnico: Ricardo Leão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos