Remo vence São Raimundo por 2 a 0 e se classifica para a final do Parazão

O Remo enfrentou o São Raimundo, neste domingo, às 16:00, em casa, precisando reverter o placar de 1 a 0, feito pelo time de Santarém no jogo de ida. Com grande atuação, Isac e Felipe Marques marcaram, o Remo venceu por 2 a 0 e garantiu a vaga na final do Campeonato Paraense. São Raimundo teve dois expulsos e não consegue manter a vantagem adquirida no jogo de ida.

O Remo entrou em campo já com a desvantagem de 1 a 0. Precisando de gols, o Leão Azul começou o jogo pressionando. O primeiro gol da partida quase saiu com Mimica. Após batida de escanteio, Mimica cabeceou, a bola desviou em Moisés e saiu em escanteio.

O São Raimundo, por sua vez, não se acuou. Respondeu aos ataques do Remo, com o atacante Felipe e o meia, Jeová. Porém, com pouca inspiração, não conseguia ser mais incisivo e perigoso que o Remo.

O time da capital não diminuiu sua intensidade e continuou pressionando. Primeiro com Isac, após escanteio e depois com Mimica, errando um chute na entrada da area. De tanto pressionar, o gol era questão de detalhes.

Aos 45 minutos, mais um cruzamento na area a procura de Isac, dessa vez, o atacante não decepcionou: ganhou do zagueiro no alto e abriu o placar no final do primeiro tempo. O Remo ia para o segundo tempo com a desvantagem revertida.

No segundo tempo, o Remo continuou mantendo a intensidade, dando indício de que não queria levar o jogo para as penalidades. Nos primeiros minutos, duas grandes chances: Isac recebeu dentro da area, mas desequilibrado não conseguiu concluir direito. Depois, Dudu chutou forte para fora.

Assim como no primeiro tempo, o gol era questão de detalhes. Aos 20 minutos, Levy passou para Elielton, a bola sobrou para Felipe Marques, que livre, só empurrou para o fundo das redes. Com o segundo gol, o Remo estava em vantagem. O técnico do São Raimundo, Vladimir de Jesus, precisava do gol. Com isso, tirou Herbert e botou Wendel. Porém, o Tufão sofreu um baque logo após a substituição. Tete fez falta dura e foi expulso.

A expulsão deu uma tranquilidade maior ao Remo, que com um a mais, passou a controlar ainda mais o jogo e a gerenciar o resultado. Ainda pressionando o São Raimundo, o Remo teve mais duas chances de ampliar o placar. Nervoso e pressionado, o São Raimundo teve mais um expulso. Bruno puxou Esquerdinha, após jogada individual e o time da cidade de Santarém terminou o jogo com nove em campo e sem a classificação.

O Remo fez a sua parte, reverteu a desvantagem e se classificou, sem a necessidade das penalidades, para a final. Ainda sem data definida, o Remo vai enfrentar o seu maior rival, o Paysandu, pelo título do melhor do estado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos