Argentina terá a volta de Lionel Messi para pegar a Espanha

O técnico Jorge Sampaoli confirmou a presença de Lionel Messi diante da Espanha nesta terça-feira, às 16h30 (de Brasília), no estádio Wanda Metropolitano, casa do Atlético de Madrid. O jogador foi desfalque contra a Itália, na última sexta, por conta de uma fadiga muscular.

- Messi treinou normalmente, junto do resto do grupo. Está em condições para jogar. Se houvesse algum risco ele teria manifestado. No dia anterior ao jogo contra a Itália ele nos avisou que não estava em condições e não jogou. Agora treinou bem ontem (domingo) e hoje (segunda) e respondeu bem. A não ser que tenha alguma inflamação, não acredito que tenha qualquer inconveniente afirmou Sampaoli.

Sem Messi, a Argentina passou pela Itália por 2 a 0, gols de Banega e Lanzini. Apesar de ter o camisa 10 em campo contra a Espanha, Sampaoli afirma que os hermanos não podem depender apenas de um jogador.

- É impossível ensinar algo a Messi. Estamos num lugar onde Messi é inalcançável. É preciso entendê-lo e gerar situações dos treinamentos que nos permita que seu estado de conforto seja ótimo. E, a partir disso, construir uma equipe que esteja relacionada com sua história. Esse tipo de jogador não aparece sempre e é preciso aprender a acompanhá-lo. Temos que estabelecer essa harmonia que o melhor jogador do mundo necessita e um entorno que seja favorável para ele.

A volta de Lionel Messi deixa Sampaoli com uma dor de cabeça a menos. Isso porque ele já havia perdido Di María e Agüero por lesão. Lanzini, por sua vez, deve ficar no banco.

Sampaoli falou ainda sobre a situação de Paulo Dybala, da Juventus. O jogador, que não foi convocado para os jogos contra Itália e Espanha, não está descartado para a Copa do Mundo.

- Para definir a lista falta pouco. Volto a dizer que Dybala não está nessa convocação porque escolhemos outros jogadores, mas segue estando muito presente na minha cabeça. Tanto ele como outros jogadores que hoje não estão aqui continuam sendo considerados.

ESPANHA SEM DAVID SILVA E BUSQUETS

Se a Argentina terá a volta de Messi, a Espanha terá dois desfalques. Busquets, com lesão, e David Silva, liberado para resolver problemas particulares, não estarão em campo.

O técnico Julen Lopetegui afirmou a Espanha jogará contra um dos "melhores jogadores da história".

- Não pensamos no que temos diante de nós. Sabemos que jogaremos contra os vice-campeões mundiais e que têm um jogador absolutamente extraordinário. Teremos adiante uma grande partida contra a Argentina, na qual estará um dos maiores jogadores da história. Estamos cientes que não há pontos em jogo, mas este tipo de jogos é sempre fantástico.

Lopetegui elogiou a Argentina. Para o treinador espanhol, Sampaoli deu uma nova cara aos hermanos.

- Coletivamente, a Argentina melhorou muito. Sampaoli deixou a equipe melhor armada neste pouco tempo à frente da seleção. Não é tão importante o desenho tático, como equipe somos bastante previsíveis.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos