Gündogan põe Brasil como favorito à Copa e diz que 7 a 1 é passado

Joachim Löw confirmou o meia Gündogan como titular frente ao Brasil. Em entrevista coletiva, o jogador do Manchester City, que não estava na Copa do Mundo de 2014, afirma que a seleção germânica não pensa mais no 7 a 1 e acredita que o rival desta terça-feira é um dos favoritos ao título do Mundial em 2018.

- Nós estávamos todos sentados na frente da TV, incrédulos (durante o 7 a 1). Não é um resultado comum para uma semifinal de Copa do Mundo - lembrou.

A Seleção Brasileira só retomou o caminho das vitórias com a chegada de Tite ao comando, durante as Eliminatórias para a Copa do Mundo. Com padrão de jogo, o treinador foi despachando os rivais, ganhou a confiança do torcedor e recuperou o respeito perdido após o 7 a 1 no Mineirão.

- O time do Brasil atual não pode ser comparado ao de 2014. Já passou. Dá para entender que os brasileiros ficaram tristes, mas eles se desenvolveram muito nos últimos anos. Será um amistoso importante na terça. Vamos jogar contra uma equipe do mesmo nível. Eles são favoritos como a gente. Será mais um teste para ver em que nível nós estamos - afirmou Gündogan.

Alemanha e Brasil se enfrentam às 15h45 (de Brasília) desta terça-feira, em Berlim. É o primeiro encontro entre as duas seleções após a goleada de 2014.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos