Carille se assusta com repercussão e encerra polêmica com Aguirre

Dois dias após dizer que Diego Aguirre "teve a cara de pau de dizer que não o conhecia", Fábio Carille encerrou a polêmica com o técnico do São Paulo. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o treinador do Timão disse que se assustou com a repercussão que teve o caso.

- Hoje eu falei com minha assessoria pessoal e também com a assessoria do clube. Me assustei. Ainda não tenho noção das coisas que eu falo que podem crescer, tenho que aprender bastante. Mas minha essência não perco. Desde que renovei meu contrato ano passado eu falei que ia fazer (ir ao vestiário adversário e entregar a escalação e um presente), fui no Deportivo Lara, por exemplo. Amanhã eu faço de novo, sim. O que queria deixar claro, que foi algo que escutei, é que parece que eu cheguei para a coletiva já falando que queria falar sobre isso. Eu falei sobre o jogo, sobre o gol, sobre os desfalques... Depois veio a pergunta. E eu falei a verdade. Longe de pensar em clima de guerra para o jogo. Não pensei em nada disse. Fiquei chateado com a atitude. Estão falando que ele tem costume de cumprimentar no fim do jogo. Se ele tivesse me falado isso, eu ia pedir desculpa. Mas ele me disse que não me reconheceu. Ponto final, segue o baile, ele trabalha e eu trabalho aqui - disse Carille.

- Eu sou sincero e verdadeiro. Se fosse para esquentar o segundo jogo, eu falaria. Mas não, foi uma chateação. Foi uma resposta em cima de uma pergunta. Se não tivesse essa pergunta, não teria falado nada. Talvez eu tenha que ser mais político, mas já fui elogiado por sentar aqui e falar a verdade. Se eu fosse mais político, talvez falariam que eu estou sendo político igual a outros técnicos. Estou em processo de aprendizado, de um ano e pouco como técnico, mas não vou perder minha essência. A única coisa que me deixa preocupado é que a coletiva parece que foi só isso. Mas não foi, foi só uma resposta, lembro do rosto do repórter. Ele fez a pergunta, eu falei a verdade. Mais uma vez, ponto final neste assunto - acrescentou.

No último domingo, depois da vitória do São Paulo por 1 a 0, Carille disse que deu "uma dura" em Aguirre por não ter sido cumprimentado antes do clássico. Os dois treinadores chegaram a conversar no intervalo e após o apito final da partida. Aguirre admitiu que não cumprimentou Carille, mas explicou que o motivo foi por estar focado no clássico.

Por conta deste episódio, vários memes de Carille viralizaram na internet. Ainda nesta terça-feira, muitas pessoas compartilham nas redes sociais e falam sobre o assunto.

Os técnicos se reencontram nesta quarta-feira, a partir das 21h45, na Arena em Itaquera. O Corinthians precisa de uma vitória por dois ou mais gols para garantir a classificação. Vitória por um gol leva a disputa para os pênaltis.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos