Com gol de Jesus, Brasil bate Alemanha e espanta 'fantasminha'

O 7 a 1 jamais será esquecido. É eterno. Mas a vitória nesta terça-feira sobre a Alemanha em Berlim traz um pouco de paz ao futebol brasileiro. A Seleção de Tite não foi brilhante, mas muito aplicada e contou com o oportunismo de Gabriel Jesus para bater os donos da casa por 1 a 0 e espantar o "fantasminha" que vive no bolso brasileiro, segundo seu próprio treinador.

Jesus é o artilheiro da Seleção na era Tite com nove gols e o tento serve para reforçar sua recuperação após a lesão no joelho esquerdo no Manchester City (ING). Agora não há mais espaços para testes e o próximo chamado é definitivo para a Copa do Mundo na Rússia. O Brasil chega forte, sobretudo por ter sido competitivo sem Neymar, e com um fantasminha a menos. No diminutivo, que fique claro.

É outra história

?A escalação dos dois times já deixava claro que a goleada história faz parte da mística do futebol, mas não entraria em campo. Do lado alemão, apenas o zagueiro e capitão Boateng, o volante Kroos e o meia Draxler participaram do jogo. É outra Alemanha, outro Brasil, apenas com Fernandinho e Willian daquele jogo. Outro jogo.

Brasil mostra força

?Assim que a bola rolou, a Seleção de Tite mostrou o porquê vem sendo tão elogiada. Competiu contra a campeã mundial, que, apesar dos desfalques, manteve-se altamente forte. O Brasil procurar pressionar a marcação, adiantando os jogadores da frente. Assim, passou o primeiro tempo sofrendo pouco e chegou ao gol com descida pelo forte lado direito. De Daniel Alves para Willian, cruzamento na área, cabeçada de Jesus e falha de Trapp. Festa brasileira.

Tem de saber sofrer

É uma frase comum entre técnicos brasileiros para definir a força de seus times em resistirem ao poderio do adversário. O Brasil soube. Primeiro que não recuou mesmo na frente dos poderosos donos da casa. Logo início do segundo tempo, Jesus, Philippe Coutinho, abaixo tecnicamente, Willian e Paulinho tiveram chances de ampliar.

À Alemanha, de bom toque de bola, cabia chegar ao gol de Alisson pelo alto, em bolas alçadas para Mário Gomez, depois Wagner. Vale destacar aqui a excelente partida de Thiago Silva, que certamente colocou dúvida na cabeça de Tite sobre a dupla de zaga titular: Marquinhos terá de suar para voltar.

No fim, Alisson fez uma grande defesa para garantir a vitória, mas de chances claras mesmo, a Alemanha teve poucas. Bom sinal.

Que venha a Rússia!

Estão fechadas as observações de Tite. Agora, a lista final do Mundial sairá no início de maio. Os dois últimos testes foram muito positivos. Tanto a vitória contra a Rússia quanto a desta terça-feira em Berlim mostram um Brasil forte, mesmo que precise de ajustes. A Seleção chega com confiança e sem fantasminhas no bolso. Pelo menos até reencontrar a Alemanha. Ufa

FICHA TÉCNICA

ALEMANHA 0x1 BRASIL

Data-Hora: 27-03-18

Estádio: Olímpico de Berlim, em Berlim (ALE)

Árbitro: Jonas Erickson (Fifa/SUE)

Assistentes: Mathias Klasenius (SUE) e Daniel Warnmark (SUE)

Público: 72.717 torcedores

Gol; Gabriel Jesus, 37'1ºT (0-1)

ALEMANHA: Trapp; Kimmich, Rüdiger (Süle 23'/2º T), Boateng e Platternhardt; Toni Kroos, Gündogan (Timo Werner 35'/2º T), Goretzka (Brandt 15'/2º T) e Draxler; Leroy Sané (Stindl 15'/2º T) e Mario Gomez (Wagner 16'/2º T). Técnico: Joachim Löw

BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Fernandinho, Paulinho, Willian e Philippe Coutinho (Douglas Costa 27'/2º T); Gabriel Jesus. Técnico: Tite

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos