Veja quem são as caras novas da Alemanha que enfrentará o Brasil

O espaço para uma renovação marca a Alemanha que encarará o Brasil, nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília), em amistoso no Estádio Olímpico de Berlim. Mesmo contando com remanescentes da conquista da Copa do Mundo de 2014, o técnico Joachim Löw indicou que abrirá espaço para jogadores que vêm despontando em vários cantos, e prometem dar trabalho na Rússia.

A poucas horas do reencontro com a Seleção Brasileira, o LANCE! traça um raio-X de como estão os jovens alemães que atuarão nesta terça-feira, em Berlim.

BERND LENO (Goleiro)

Com a opção de Joachim Löw por dar um descanso para Ter Stegen, Bernd Leno terá a chance de mostrar que sua boa fase não se restringe ao Bayer Leverkusen. O jogador de 26 anos vem se destacando tanto na meta dos Leões desde a temporada de 2011/2012 que, na Alemanha, já foi campeão da Copa das Confederações de 2017. A princípio, o titular "virtual" Neuer (que foi campeão mundial em 2014) lida com uma lesão grave e corre risco de ficar fora da Copa de 2018.

COM A PALAVRA

'Embora tenha qualidade, no máximo briga para ser uma das opções'

VON KAI SCHILLER

Bernd Leno já demonstrou sua qualidade na meta do Bayer Leverkusen e também com a camisa da Alemanha. No entanto, ele no máximo será testado neste amistoso contra o Brasil, para Joachim Löw ver até onde pode contar com Leno. Caso Manuel Neuer seja cortado, a tendência é de que Ter Stegen se torne o titular da meta. Ter Stegen é um goleiro com reflexo quanto por sua habilidade com os pés, diferencial Leno não tem com tanta habilidade.

RÜDIGER (defensor)

Após iniciar sua carreira no Stuttgart, Antonio Rüdiger se transferiu para a Roma. Porém, o jogador de 25 anos encheu os olhos do técnico de vez com a camisa do Chelsea, mostrando segurança no setor defensivo, e tornou-se uma opção.

COM A PALAVRA

'Tende a contribuir caso Alemanha jogue com quatro zagueiros'

VON KAI SCHILLER

Repórter do Hamburger Abendblatt (Alemanha)

Rüdiger demorou um pouco para se destacar no futebol europeu. Somente agora, com seu desempenho no Chelsea, mostrou força para disputar uma vaga entre os titulares na seleção alemã. Seu rendimento no futebol inglês comprova que ele será uma grande opção caso Joachim Löw queira formar uma defesa com quatro jogadores na Copa do Mundo.

KIMMICH (Lateral-direito e volante)

Após chamar a atenção com a camisa do RB Leipzig, Joshua Kimmich encheu de vez os olhos do futebol alemão quando se transferiu no Bayern de Munique. Veloz, o jogador de 23 anos é visto como uma das promessas que podem deslanchar na Copa do Mundo de 2018. Além disto, Kimmich chama atenção pela versatilidade: pode atuar tanto como lateral-direito quanto como volante na Alemanha, onde foi campeão da Copa das Confederações.

COM A PALAVRA

'Jovem, mas já tende a ter substituto de Lahm'

VON KAI SCHILLER

Repórter do Hamburger Abendblatt (Alemanha)

Embora seja muito jovem, Kimmich não demorou a mostrar muita inteligência. Seu talento fez com que ele se tornasse jogador da seleção da Alemanha há dois anos. Além disto, Kimmich resolveu o que prometia ser a maior dor de cabeça para joachim Löw após a conquista do Mundial-2014: encontrar o sucessor de Philipp Lahm. Com habilidade e versatilidade, Kimmich já preencheu esta vaga.

PLATTERNHARDT (Lateral-esquerdo)

Após passagens pelo Reuttingen e Nuremberg, Marvin Plattenhardt se destacou mesmo com a camisa do Hertha Berlim. O lateral-esquerdo chama atenção pela precisão nos cruzamentos e em jogadas de bola aérea, e já esteve na seleção alemã campeã da Copa das Confederações de 2017.

COM A PALAVRA

'Será observado, mas na Copa não deve ser titular'

VON KAI SCHILLER

Repórter do Hamburger Abendblatt (Alemanha)

Embora seja um bom jogador na linha de defesa no Hertha Berlim, Plattenhardt tende mais a ser observado neste amistoso contra o Brasil. Porém, pelo seu desempenho na Bundesliga, dificilmente deve ficar entre os titulares.

GÜNDOGAN (Meio-campista)

Especulado para ter chance entre os titulares, Ilkay Gündogan começou a se destacar já com a camisa do Borussia Dortmund, como o armador que servia os homens de frente da equipe campeã da temporada 2011/2012 da Bundesliga. Porém, suas cinco temporadas no clube aurinegro foram de altos e baixos: as grandes atuações dividiram espaço com longos períodos de lesões. Em 2016, passou a respirar novos ares com a camisa do Manchester City (onde foi campeão inglês de 2017/2018) e, aos poucos, viu seu futebol prevalecer a ponto de chamar atenção de Joachim Löw.

COM A PALAVRA

'Após superar lesões, promete lutar por titularidade'

VON KAI SCHILLER

Repórter do Hamburger Abendblatt (Alemanha)

Após passar por um longo período com lesões, Gündogan se tornou um forte concorrente na briga pela titularidade na seleção da Alemanha. O meia completa bem seu futebol com Toni Kroos, e deve disputar espaço com Khedira para o Mundial de 2018.

GORETZKA (Meio-campista)

Após passagem pelo VfL Bochum, o futebol de Leon Goretzka começou a se destacar com a camisa do Schalke 04. Com visão de jogo e habilidade tanto para criar jogadas quando para balançar as redes pelo clube e pela seleção da Alemanha (onde venceu a Copa das Confederações), o meio-campista logo despertou o interesse do Bayern de Munique. O clube bávaro o contratou já neste início de 2018, superando a cobiça de clubes de outros países.

COM A PALAVRA

'Embora venha em grande fase, é um jogador para o futuro da seleção'

VON KAI SCHILLER

Repórter do Hamburger Abendblatt (Alemanha)

É inegável que Goretzka vem em grande fase no Bayern de Munique. Porém, diante da concorrência que a Alemanha já traz para o Mundial-2018, a tendência é de que joachim Löw o veja a longo prazo. Trata-se de um jogador de 23 anos, que luta em um setor bem disputado. É melhor lapidá-lo ainda mais, de olho nos próximos Mundiais.

STINDL (Meia-atacante)

Após iniciar sua carreira no Karlsruher SC e se firmar como jogador com a camisa do Hannover 96, Stindl vem se destacando como capitão no modesto Borussia Mönchengladbach. Com seu estilo voluntairoso, ele mostra-se uma alternativa para distribuir jogadas na seleção da Alemanha, onde também faturou a Copa das Confederações de 2017.

COM A PALAVRA

'Amistoso surge como teste final para Stindl'

VON KAI SCHILLER

Repórter do Hamburger Abendblatt (Alemanha)

Embora seja um jogador que mostre qualidade, Stindl está em uma lista que dificilmente se firmará como titular. Até o momento, ele teve pouquíssimas oportunidades com Joachim Löw. O amistoso surge como um teste final.

LEROY SANÉ (Meia-atacante)

Sané é visto como uma das referências da nova geração da Alemanha. Após ir bem no Schalke 04, tornou-se titular absoluto do Manchester City com apenas 22 anos e enche os olhos de ingleses e alemães com dribles e com jogadas individuais. Cabe a Joachim Löw o desafio de continuar o trabalho que Pep Guardiola começou a lapidar nos Citizens.

COM A PALAVRA

'Promete ser o jogador-chave na busca pelo título'

VON KAI SCHILLER

Repórter do Hamburger Abendblatt (Alemanha)

A temporada de Leroy Sané até o momento é impressionante. Trata-se de um jogador que apresentou todo o seu repertório com a camisa do Manchester City, e deixou os alemães com uma expectativa ainda maior para o Mundial-2018. Ao que tudo indica, será um jogador-chave na busca por mais uma conquista da Copa do Mundo.

TIMO WERNER (Atacante)

Timo Werner chamou a atenção de vez por seu faro de gol com a camisa do RB Leipzig. Chamado para a seleção da Alemanha, tornou-se uma opção frequente para o setor ofensivo, onde desempenhou bem tanto a função de um "falso 9" quanto o papel de um centroavante.

COM A PALAVRA

'Werner é incrível, e pode ser um grande caminho para o título'

VON KAI SCHILLER

Repórter do Hamburger Abendblatt (Alemanha)

Timo Werner é incrível, e é um jogador que promete solucionar um problema que a Alemanha tinha em algumas Copas. Muitas vezes, a seleção alemã tinha boas equipes, mas faltava um atacante definidor. Werner tende a desempenhar esta função, e deve ser fundamental durante a Copa do Mundo. Caso os alemães queiram seguir fortes para o título, têm de passar a bola por ele.

OS REMANESCENTES DO 7 A 1 EM CAMPO NESTA TERÇA-FEIRA

Na escalação provável, a Alemanha ainda contará com dois titulares que estiveram na goleada por 7 a 1 sobre a Seleção Brasileira. Saiba quais são, e como cada um seguiu seu futebol após a Copa-2018:

BOATENG - Permanece como titular absoluto do Bayern de Munique, e será titular da defesa de Joachim Löw nesta terça-feira.

KHEDIRA - Autor de um dos gols do massacre de 7 a 1 da Alemanha sobre a Seleção Brasileira, Khedira continua a ser titular da Juventus. Nesta terça-feira, ele é dúvida, e, caso não jogue, tende a ser substituído por Gündogan.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos