Gabigol exalta equipe e defende Diogo Vitor: 'Sentimento é de orgulho'

Apesar da vitória e do esforço dos jogadores, não deu para o Santos ir para a final do Paulistão-2018, já que foi superado pelo Palmeiras nas cobrança de pênalti. No entanto, a eliminação não foi tratada como tragédia, nem culpados foram apontados, uma vez que o resultado de 2 a 1 sobre o rival no tempo normal acabou servindo de consolo para a equipe.

Um daqueles que preferiu ver o lado bom da desclassificação foi Gabigol, que na saída de gramado elogiou seus companheiros na noite desta terça-feira, no Pacaembu. Para ele, o Peixe mereceu sair do estádio com a cabeça erguida.

- Eu acho que a gente lutou, correu, se impôs, sofreu junto, conseguiu o gol junto e o sentimento é de orgulho. Nosso time foi muito bem, tem que exaltar a qualidade deles também, conseguimos levar para os pênaltis, e por um acaso, que também é treinamento, eles foram felizes nas penalidades, e eu acho que nosso sentimento, no final, é de orgulho - declarou o camisa 10.

Gabriel também aproveitou para dar força ao companheiro Diogo Vitor, que desperdiçou cobrança de pênalti na decisão que tirou o Santos da final do Paulistão. De acordo com o atacante, é algo inerente ao futebol.

- Ele é um jogador de personalidade, acho que ele foi, bateu forte e o importante foi que ele bateu como ele treina. Então acho que é coisa que acontece e ele vai dar a volta por cima, porque isso também não é o fim do mundo, nós perdemos para um time que tem muita qualidade, o Diogo entrou contra o Corinthians e acabou fazendo o gol, então é coisa do futebol, um perde, outro ganha, acho que o importante de tudo é nossa luta e nossa vontade - concluiu.

O Santos volta a campo no dia 5 de abril para enfrentar o Estudiantes, na Argentina, às 21h30, em jogo válido pela terceira rodada do Grupo 6 da Copa Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos