Para levar final do Catarinense à Arena Condá, Kleina pede empenho

De olho na final do Campeonato Catarinense, o técnico Gilson Kleina comentou a importância de um empate ou vitória, nesta quarta-feira, contra o Figueirense, para que a Chapecoense jogue a decisão do Estadual na Arena Condá. Com a melhor campanha da competição, o Verdão do Oeste vai enfrentar o Furacão novamente, no dia 8 de abril, valendo título.

- Para mim, é muita vantagem. Poder decidir do lado do torcedor, no estádio que está acostumado, com uma energia positiva, é vantagem. Mas não é receita de vitória, você tem que trabalhar para isso. Eu vejo com bons olhos trazer, mas se as coisas não acontecerem, não quer dizer que não vamos buscar o título na capital. Eu sempre quero jogar dentro de casa e em jogo único tudo pode acontecer - disse o técnico.

As duas equipes chegam para o duelo desta quarta-feira com alguns problemas de lesão. Em uma prévia da final, o treinador pede cautela e empenho.

- Será o melhor do Figueirense e nós temos que impor a nossa força, a nossa grandeza, a nossa condição de jogo, não podemos entender que pela estratégia que eles estão vindo com time alternativo ou com a força que eles considerem ideal, que isso pode desfocar a gente. Pelo contrário. Temos que nos preparar para fazer um grande jogo, entender o que é um clássico e tudo que envolve um jogo dessa tradição.

O jogo desta quarta-feira esta marcado para às 21h45, na Arena Condá.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos