Roger vê Verdão superior ao Santos em três dos quatro tempos da semi

O Palmeiras perdeu para o Santos no tempo normal e se classificou nos pênaltis, mas o técnico Roger Machado não tem dúvidas: a vaga na final foi justa.

- O torcedor palmeirense acreditou que ia ser mais fácil. Foi com bastante emoção. Mas acredito que dos quatro tempos dessa decisão nós fomos melhores em três - disse ele, considerando os dois tempos jogados nesta terça e os dois jogados no sábado, quando o Palmeiras venceu por 1 a 0.

O técnico disse que já imaginava que Jailson defenderia pelo menos uma cobrança na disputa de pênaltis. O goleiro segurou o tiro de Diogo Vitor, enquanto todas as cobranças palmeirenses foram convertidas.

- Confesso que estava mais preocupado no tempo normal do que com as penalidades. Eu imaginava que o Jailson iria pegar pelo menos uma. Os atletas converteram todas da forma como treinam. Por isso que saliento sempre: é treinar o jogo para jogar o treino - completou.

- Acho que (a eliminação) seria injusta pelo conjunto da obra. Decisão é como foi hoje. A vantagem de ter a melhor campanha não era significativa. A vantagem era disputar o segundo jogo em casa, que nesse caso foi o Pacaembu. No conjunto da obra, acho que poderíamos ter atuado melhor, tendo mais consistência durante o jogo todo. Hoje, a eficiência do Santos deu a vitória para eles. As penalidades foram muito bem convertidas. Não imaginávamos que teríamos dois jogos com placar elástico. É clássico, time grande, jogo tradicional, que envolve muitas emoções. Mas, pelo conjunto da obra, merecemos - completou Roger.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos