Andrés diz que são-paulino chamou Arena de 'chiqueiro' e gerou confusão

Presidente do Corinthians, Andrés Sanchez atribuiu a um jogador do São Paulo a responsabilidade pela confusão ocorrida após o Majestoso desta quarta-feira na Arena Corinthians. Após o apito final, com a classificação corintiana para a final do Paulista, houve discussão entre jogadores são-paulinos e membros da comissão técnica corintiana. Segundo Andrés, o lateral-esquerdo Reinaldo teria chamado a Arena de "chiqueiro".

- Sobre a briga contra o São Paulo, o nosso preparador Mauro (da Silva, auxiliar) estava cumprimentando o Jucilei, quando chegou o grande Reinaldo, que jogou na seleção de todos os tempos, e disse que era uma merda perder nesse chiqueiro. Aí teve ofensas verbais entre eles. Poderia ser politicamente correto, mas estou falando a verdade - disparou o presidente corintiano.

De acordo com relatos de presentes, a confusão ficou apenas nos xingamentos e não houve agressão física. O clássico teve clima quente desde o primeiro jogo, quando os jogadores também se estranharam.

Na volta, os ânimos foram inflamados com a participação do próprio Andrés. Antes do jogo, ele e o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves levaram aos jogadores imagem publicada pela empresa que vende os ingressos de jogos do São Paulo, na qual aparecia a opção de comprar para a final contra o Palmeiras. Os corintianos usaram a gafe para inflamar o grupo no vestiário.

O Corinthians venceu o São Paulo nos pênaltis após 1 a 0 no tempo normal e agora decide o Campeonato Paulista contra o Palmeiras. A primeira final será no sábado às 16h30 na Arena e a segunda no domingo, dia 8, no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos