Ariel Cabral nega favoritismo do Cruzeiro e mantém atenção no Galo

Neste domingo, Atlético e Cruzeiro se enfrentam no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro. Apesar de o time celeste entrar em campo com favoritismo em decorrência do desempenho da Raposa ao longo da competição, o volante Ariel Cabral acredita que as equipes chegam fortes para a final e o resultado será decidido nos detalhes.

- A gente espera esta final desde o começo do ano e estamos trabalhando para isso. Estou de volta, à disposição do Mano. Clássico, temos de ver como será, é bom a gente chegar à final, ainda mais sendo clássico. Para isso, tem de estar atento aos detalhes. Não existe favoritismo em clássico e muito menos em final - disse o jogador em entrevista coletiva.

Após marcar o gol da vitória do Cruzeiro por 1 a 0 sobre o Tupi, Ariel Cabral foi expulso por acertar uma cotovelada no rosto do rival Léo Costa. A agressão deixou o jogador fora da partida de volta, que terminou com mais um triunfo da Raposa, desta vez por 2 a 1. De volta ao time, Cabral garante estar à disposição de Mano.

- Sabemos que temos o jogo de volta no Mineirão. Mas sempre vamos jogar buscando o gol, trabalhando os passes. E se ganharmos o primeiro jogo, vai ser melhor ainda. Sempre jogo do mesmo jeito, procurando ser inteligente, sem fazer pressão no juiz. Mas final é diferente, a pulsação vai a mil. E mais uma vez temos de ser inteligentes - contou o jogador - Estou de volta agora e à disposição de Mano Menezes - concluiu.

Por conta do cartão vermelho, Ariel Cabral precisa torcer por uma decisão favorável do Tribunal de Justiça Desportiva nesta terça-feira, quando será julgado. Além disso, o jogador ainda tem dois cartões amarelos e deve evitar o terceiro para não ser desfalque na finalíssima, que acontece no dia 8 de abril.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos