Feliz, Jefferson diz que "tudo é possível" em relação à aposentadoria

Em sua 445º partida com a camisa do Botafogo, Jefferson viveu uma noite mágica nesta quarta-feira, no Maracanã. Autor de boas defesas na vitória do Botafogo por 1 a 0, que levou a equipe alvinegra à final do Campeonato Carioca, o camisa 1 deu declarações que cativaram a torcida.

"Eu precisava voltar a ser o Jefferson de antigamente. Muitas vezes eu mesmo não respeitei a minha história. E hoje eu voltei a ser o Jefferson", disse o goleiro de 35 anos e assolado por diversas lesões, completando:

"Quero conquistar títulos, e nada melhor do que começar pelo Carioca. Disse aquilo (sobre aposentar ao fim de 2018), mas tudo é possível", completou.

Jefferson já havia avisado que deseja pendurar as luvas em dezembro. Se de fato irá ou não, é impossível alguém que não ele para cravar. O fato é que o goleiro, sem querer alimentar a disputa com Gatito Fernandéz para a decisão, afirmou preferir atuar no Nilton Santos.

"Com certeza (sobre preferir jogar no Nilton Santos). É um estádio que a gente conhece, mas estamos preparados, seja quem vier na final. Estamos prontos", disse.

Jefferson foi titular nos dois últimos jogos do Botafogo. Gatito Fernandéz retorna da seleção paraguaia e, a partir de domingo, volta a acirrar a disputa pela titularidade no gol do time de Alberto Valentim.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos