Raí vê espírito guerreiro para prever sucesso no São Paulo após eliminação

Pouco depois da eliminação na semifinal do Campeonato Paulista, nos pênaltis, Raí atendeu a imprensa na Arena Corinthians tentando mostrar otimismo. O diretor executivo de futebol do São Paulo ressaltou o espírito mostrado pela equipe na derrota por 1 a 0, no tempo normal, e a queda depois de Diego Souza e Liziero não converterem suas cobranças.

- É claro que é uma noite triste para nós, da maneira como foi. O São Paulo guerreou, foi valente, vem construindo uma nova identidade. É outra equipe, outro grupo, que tem ainda ambições aqui. Mostrou que vendeu caro essa derrota. É muito difícil pela maneira que foi, mas mostra uma reação do time em vários sentidos que nos deixa otimistas para pensar e, obviamente, continuar melhorando para ter uma temporada muito diferente das anteriores - disse o dirigente, reforçando sua aprovação à postura em campo.

- Quando falamos em guerra, é no bom sentido. É claro que um jogo entre São Paulo e Corinthians tem tensão no ar, discussão, empurrões. Isso é normal. O importante é que o time do São Paulo foi guerreiro. Não teve o resultado que gostaria no final, mas o time lutou, estava pronto para a guerra, para o que desse e viesse. Foi uma guerra esportiva, dentro de campo, não teve nenhuma apelação. Nosso time foi bravo, foi até o final. Estou seguro de que vamos continuar evoluindo em todos os sentidos para termos ainda melhores resultados em um futuro próximo.

Em uma rápida entrevista, o ex-meia também respondeu Andrés Sanchez, presidente do Corinthians que afirmou que "a soberba foi para casa". Raí acredita que houve somente respeito por parte do Tricolor no Majestoso desta noite.

- Em nenhum momento (houve soberba). Nem fora de campo nem dentro de campo. Quem acompanhou o jogo comprovou isso. Teve respeito. Lutamos até o final e temos certeza de que essa postura do grupo vai dar muitos frutos em um futuro próximo - falou o dirigente, controlando as palavras ao dizer o que a diretoria pode fazer para melhorar o time.

- É hora de pensar com calma. O importante é ter consciência de que saímos de uma temporada ruim, que o time teve um Campeonato Brasileiro muito abaixo do esperado, mostrou uma reação agora na segunda parte do Campeonato Paulista. É continuar nessa sequência e pensar com calma, analisar com a comissão técnica e a diretoria, juntos, para ver o que podemos fazer para incrementar essa equipe.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos