Auxiliar de Bebeto, Signorini assume diretoria de administração e controle do Atlético-MG

O cargo de diretor de administração e controle do Atlético-MG já está ocupado. Nesta sexta-feira, o clube definiu que Plínio Signorini assumirá a cadeira deixada por Bebeto de Freitas, que faleceu no dia 13 de março, aos 68 anos, após sofrer uma parada cardíaca enquanto trabalhava na Cidade do Galo.

Com experiência profissional em áreas financeiras, bancárias e administrativa adquirida com passagens por grupos como o Banco Mercantil de Investimentos, Citibank e Grupo Santander Brasil, o engenheiro Plínio Signorini Filho é formado pela Universidade Fumec.

O novo diretor é velho conhecido no clube. No setor administrativo do Galo, trabalhava na função como auxiliar e era braço direito de Bebeto de Freitas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos