Técnicos alemães surgem como favoritos para suceder Emery no PSG

A saída de Unai Emery no PSG deve se concretizar no fim desta temporada. Os nomes para os possíveis substitutos começam a aparecer na imprensa francesa. Segundo o "L'Équipe", o alemão Thomas Tuchel, ex-Borussia Dortmund, é o favorito para o lugar do espanhol. Contudo, um outro germânico aparece como plano B: Joachim Löw, técnico da seleção da Alemanha.

O jornal gaulês afirma que o PSG chegou a abrir conversas com Antonio Conte, mas o comandante do Chelsea não está com a mesma força de antes. A escolha de um novo treinador está sendo decidida no Qatar, pela empresa Qatar Sports Investments, dona de grande parte das ações do PSG.

Conte tem contrato com o Chelsea até 2019. Já Tuchel está livre no mercado, após sair do Borussia Dortmund em junho de 2017, mesmo após ter conquistado a Copa da Alemanha. Ele tem a preferência da diretoria por ser mais afeito às questões táticas, assim como o comandante dos Blues. Por outro lado, tem temperamento forte, o que teria sido o estopim para sua saída do time alemão.

Já Joachim Löw está à frente da seleção da Alemanha desde 2006 e tem contrato até 2020. Apesar disso, há uma cláusula que o permite rescindir amigavelmente caso aceite outra oferta. Como o PSG quer ter um novo treinador já ao fim da temporada, o nome de Löw perde força, pois se os germânicos chegarem à final da Copa do Mundo, ele só se apresentaria na metade de julho.

O PSG, por sua vez, nega que esteja buscando um novo treinador.

- Todos os dias topamos com informação sobre o treinador do PSG. Para ser claros: o treinador do PSG é Unai Emery, tem contrato com o clube e sete não é o momento de falar sobre o tema - afirmou o diretor esportivo do clube, Antero Henrique.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos