Após três derrotas seguidas, Botafogo tenta superar o Vasco em finais

As lembranças recentes do Botafogo contra o Vasco, em finais, não são boas. Ano passado, na Taça Rio, os reservas do Glorioso foram superados por 2 a 0; em 2015 e em 2016, o Cruz-Maltino foi campeão estadual em cima do time de General Severiano. Cenário que Alberto Valentim e seus comandados vão tentar inverter a partir deste domingo.

Em 2015, o iluminado Rafael Silva foi o vilão botafoguense nas duas partidas. Garantiu o 1 a 0 no fim do primeiro jogo e, no segundo, abriu o placar que terminaria 2 a 1.

Os duelos de 2016 tiveram dose de drama. Após cruzamento, goleiro Jefferson falhou na saída, e Jorge Henrique, então atacante vascaíno, fez o gol único do primeiro jogo. Na segunda partida, Leandrinho abriu o placar numa falha de Rafael Vaz, mas o mesmo zagueiro empataria a partida: 1 a 1.

A Copa Libertadores era prioridade para o Botafogo, no ano passado, então poucos titulares estiveram em campo na briga pela Taça Rio. Mas Carli já estava também no vice de 2016. Mesmo assim, evita tratar o Estadual deste ano como uma possibilidade de revanche.

- A motivação é de querer o título. Estamos com muita fome e acreditamos que podemos conseguir o título - afirma.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos