Carille diz que Corinthians errou muito e projeta time mais ofensivo

Pouco depois de perder, em casa, o primeiro jogo da final do Campeonato Paulista por 1 a 0, Fábio Carille indicou como causa da vitória do Palmeiras o fato de o Corinthians ter errado demais. E o técnico já prevê escalar um time mais ofensivo, incluindo atacantes na formação, para a partida de volta, no próximo dia 8, no Allianz Parque.

- Não gosto de falar muito isso, porque está muito claro. Preciso buscar soluções. Não vou poder entrar com dois meias por dentro, porque terei de ser mais agressivo. O Corinthians, dos últimos dez títulos, nove tinha esse jogador, só a Libertadores que não. A gente muito consciente, vocês também, a diretoria. O Corinthians precisa e vamos ver o que vamos fazer - afirmou, apontando mais problemas técnico do que de concentração neste sábado.

- Não vi minha equipe desconcentrada, vi minha equipe errando muito. Pegamos uma equipe bem armada, que marcou o Clayson muito bem, o homem da profundidade - analisou o treinador, que disse ter feito o possível para evitar a confusão que gerou a expulsão de Clayson e Felipe Melo.

- Não gosto de confusão, a prova é o Nene, no jogo do São Paulo, que foi no banco. Confusão não leva a nada, provocação. Trabalhei muito para que não houvesse isso, mas na hora ali é difícil. Os dois perderam muito com as expulsões. Palmeiras teve de mexer, a gente perdeu a profundidade.

Confira outros temas abordados por Carille neste sábado:

Psicológico dos mais jovens

Esses atletas terão de passar por isso. O erro do Mantuan no Morumbi. Tenho certeza de que ele não irá errar mais daquele jeito. Não estou jogando a responsabilidade nele, mas é que eles terão de passar por isso. Fiquei feliz de eles baterem o pênalti contra o São Paulo, os mais jovens. É o campo, o dia a dia que vai maturar eles, para serem experientes mais para frente.

Felipe Melo expulso

Tenho de me preocupar com o Corinthians, a ausência do Felipe Melo tem de ser perguntada para o Roger. Eu tenho de me preocupar é com a ausência do Clayson, que quebra a marcação.

Arbitragem

Não tenho nada de falar da arbitragem, foi muito bem o campeonato inteiro. Só depois quero ver quanto tempo a bola rolou, porque fiquei com a impressão de que foi muito pouco.

Análise do jogo

A história do jogo muda com um gol no começo. Tem de arriscar mais, passamos a errar mais, e com isso os desgastes foram mais. Nos exames, o departamento médico me passou tudo, não tinha ninguém com problema,, ficamos muito tranquilos com a escalação.

Rodriguinho

Não é que o Rodriguinho é facilmente marcado, é que se vou jogar contra o Corinthians, eu marco ele. Hoje ele foi um pouco prejudicado porque eu o trouxe para trás. Estão marcando ele muito bem. A ideia de ter mais um meia, o Mateus, foi essa, mas hoje não funcionou.

Tática da equipe

Discordo que fomos inferior no jogo contra o São Paulo. A gente não tem o homem de referência para brigar por aquela bola ali da área, então tentamos, fomos para cima. Estamos criando soluções para essa lacuna.

Mateus Vital

Mateus Vital estava muito cansado. Ele nem conseguiu marcar, nem conseguiu jogar. E para ele é muito ruim, porque é um jogador muito técnico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos