Felipe Melo diz que não queria briga: 'Acho que paguei pelo nome'

Felipe Melo saiu da Arena Corinthians dizendo que não fez nada para ser expulso por Leandro Bizzio Marinho no primeiro jogo da decisão estadual. Ele recebeu seu primeiro cartão vermelho desde que chegou ao Palmeiras após colocar a mão no rosto de Clayson durante a confusão generalizada do fim da etapa inicial.

- Eu tenho estado mais tranquilo em campo neste ano. O que eu fiz foi tirar o meu time, as imagens são bem claras. Já nas primeiras imagens, eu estou tentando tirar meu time e algumas pessoas vêm por trás agredindo. Nesse momento eu vejo o Dudu um pouco acuado e o jogador do Corinthians (Clayson) indo atrás dele. Eu dei a volta e fui tirar o Dudu. Nesse meio tempo, ele veio para cima de mim para me dar um soco. Ele é pequeno, eu me defendi, coloquei a mão para manter distância dele - explicou o camisa 30.

- Eu acho que eu paguei um pouco pelo meu nome, mas acontece. O que quero passar para vocês é que estou muito tranquilo porque acho que foi a primeira vez que fui expulso sem fazer nada - emendou.

Felipe Melo não citou o nome de Clayson em nenhum momento de sua entrevista. Os dois são desafetos desde o clássico pelo segundo turno do ano passado, quando se desentenderam no intervalo a caminho dos vestiários. Nos dois confrontos deste ano, não se cumprimentaram após a execução do Hino Nacional.

- Quando eu vi esse jogador correndo atrás do Dudu, óbvio que fui atrás dele. Pode ser coincidência ou não (ter sido justamente com Clayson), depende do ponto de vista. Infelizmente aconteceu. Dez minutos antes, teve uma jogada enroscada e eu falei para o Rodriguinho: "Não vamos deixar passar para esse nível, porque daqui a pouco fora de campo está do mesmo jeito" - disse Felipe.

Apesar de não concordar com sua expulsão, Felipe Melo fez elogios a Leandro Bizzio Marinho. Antes do jogo, torcedores encontraram mensagens antigas de uma suposta conta do árbitro no Facebook indicando torcida pelo Corinthians.

- Me mandaram no WhatsApp que o juiz é corintiano. Eu conversei com ele e é um cara que mostrou uma personalidade muito grande, muito consciente daquilo que faz. Independentemente se torce para A ou B, o importante é o profissionalismo dentro do campo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos