Dois treinadores do atletismo francês são investigados por abuso sexual

Lancepress

  • Levi Bianco/Brasil Photo Press

    Atletismo

    Atletismo

A Federação Francesa de Atletismo (FFA) anunciou que vai investigar supostos casos de abuso sexual envolvendo dois treinadores de atletismo. As acusações são contra Giscard Samba, um dos técnicos mais prestigiados da França, e Pascal Machat.

"Ambos os casos obrigaram a ativação imediata da comissão de disciplina, que se reunirá em abril para abordar o caso de Machat e, em maio, o de Samba", comunicou a FFA.

O "Le Monde" revelou que Giscard Samba, de 40 anos, foi acusado por uma jovem, que prefere manter o anonimato, em janeiro de 2017. Vale lembrar que Samba foi eleito melhor técnico em 2013 e treinou Dimitri Bascou, medalhista de bronze olímpico nos 110 metros barreiras em 2016.

A entidade confirmou que no dia 19 de março recebeu novos elementos sobre a denúncia envolvendo Giscard Samba.

Já Pascal Machat foi denunciado por agredir sexualmente a atleta Emma Dodiou, especialista de meia distância, no dia 26 de julho de 2014. Na época, Emma estava disputando a final dos 3000 metros obstáculos do Campeonato Mundial de juniores em Eugene, Estados Unidos.

A Federação Francesa de Atletismo, representada pelo presidente, André Giraud, e pelo diretor técnico, Patrice Gerges, insistiu que leva a sério o assunto e lembrou que denúncias contra os técnicos já foram oficialmente apresentadas à Justiça. A instituição também ressaltou que como medida de prevenção afastará Machat de suas funções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos