Andrés não pedirá policiamento e mantém treino aberto do Corinthians

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse que não pedirá policiamento para o treino aberto na Arena em Itaquera, no sábado, a partir das 10h. O Palmeiras também fará uma atividade com a presença de sua torcida no mesmo horário, no Allianz Parque - os estádios são ligados pela linha vermelha do Metrô de São Paulo.

Apesar de a polícia ter reprovado a ideia dos treinos abertos, Andrés afirmou que o Corinthians manterá a atividade com a presença da torcida na véspera da final do Paulistão.

- O Corinthians não vai pedir policiamento. Mudar o treino seria a falência total do estado. Nós vamos fazer - disse Andrés, ao Uol.

- Nós já fizemos treino aberto três ou quatro vezes e nunca pedimos policiamento, pois a polícia tem mais o que fazer do que acompanhar um simples treino. Não chamamos e nem chamaremos - acrescentou.

Andrés ainda lembrou que no jogo de domingo apenas a torcida do Palmeiras poderá comparecer ao Allianz Parque. No último sábado, a Arena Corinthians recebeu apenas torcedores do Timão.

- Nossa torcida só terá o treino de sábado para levar apoio ao time. Sábado passado, antes do primeiro jogo, não fizemos treino aberto e a torcida do Palmeiras apoiou seu time no CT - justificou Andrés.

No dia seguinte aos treinos, Corinthians e Palmeiras se enfrentam no Allianz Parque, às 16h, pela decisão do Paulistão. No primeiro jogo da final, o Timão perdeu por 1 a 0.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos