Felipe Melo: 'Nem com lupa conseguem mostrar que dei soco'

Felipe Melo deixou o Allianz Parque nesta terça-feira feliz pela vitória por 2 a 0 sobre o Alianza Lima (PER), mas chateado por não poder participar do jogo de volta da final estadual, domingo, contra o Corinthians. Expulso na partida de ida após uma confusão generalizada, ele segue afirmando que não agrediu Clayson.

- Estou muito chateado, sobretudo porque mesmo com lupa, botando para trás e para a frente, eu não consigo enxergar soco. Se tem uma coisa que eu sou é homem. Se eu tivesse dado soco nele, eu falaria. Mas eu não dei soco nele. Nem com lupa conseguem mostrar. Mas eu vi um monte de imagem aí, prancheta nas minhas costas, jogadores colocando a mão nas minhas costas e saindo correndo, ele mesmo dando soco e saindo correndo... Ninguém fala dessas coisas, mas passou. Infelizmente aconteceu. Eu tenho que passar uma situação de paz, de menos briga. Espero que o segundo jogo seja jogado, na bola, e que o Palmeiras possa fazer um bom papel - disse o camisa 30.

Mesmo impossibilitado de jogar, Felipe Melo estará no Allianz Parque no domingo e obviamente participará de toda a preparação junto com o grupo. O treino aberto de sábado, no Allianz Parque, empolga o jogador:

- Eu tenho essa experiência da Turquia. Sempre antes dos dérbis o treino ficava cheio, lotado, o torcedor ia apoiar. Confesso que sentia um pouquinho de falta. Vai ser muito bom para nós, para quem ainda não teve essa experiência. Vai ser muito mais difícil do que o primeiro jogo, ainda não ganhamos nada, mas esse carinho do torcedor vai ser importante.

Questionado sobre o risco de haver brigas entre torcidas, já que o Corinthians também fará um treino aberto na manhã de sábado, Felipe Melo foi curto e grosso:

- O que eles fazem é problema deles. Temos que nos preocupar com o que o Palmeiras faz. Se a nossa diretoria acha por bem abrir o treino para o nosso torcedor, acho muito importante.

Por fim, o palmeirense aproveitou para dizer que não existe clima de "já ganhou" após a vitória por 1 a 0 em Itaquera:

- Estão falando aí que já nos sentimos campeões e tal, mas passo para todos vocês que não existe isso. Temos um exemplo bem recente, já que vencemos o Santos fora de casa e teoricamente perdemos em casa (os dois jogos foram no Pacaembu). Vai ser mais difícil que o primeiro jogo, estamos muito concentrados. Confesso que esse jogo de hoje era uma preocupação nossa, porque era muito difícil não pensar no clássico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos