Presidente do Palmeiras reafirma que treino de sábado será aberto

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, reafirmou na noite desta terça-feira que o treino de sábado será no Allianz Parque e com portões abertos à torcida - segundo ele, será cobrado 1 kg de alimento na entrada.

- Está mantido. O Palmeiras protocolou, avisou às autoridades que teria o treinamento aberto, com horário, todos os detalhes. O Palmeiras mantém a posição. O treinamento será aberto à torcida, com 1 kg de alimento na entrada. O apoio da torcida é extremamente importante para nós neste momento - disse o dirigente, após a vitória por 2 a 0 sobre o Alianza Lima (PER), pela Libertadores.

O Corinthians, adversário do Palmeiras na decisão estadual, também treinará com os portões abertos na manhã de sábado, em Itaquera. Polícia Militar e Ministério Público desaconselharam a realização dos dois eventos ao mesmo tempo pelo risco de haver brigas entre as torcidas no trajeto.

- O que existe é uma recomendação do Ministério Público. A responsabilidade do Palmeiras é dentro do Allianz. Fora do Allianz cabe às autoridades. Nós protocolamos devidamente, o Palmeiras avisou que teria o treinamento, que a torcida poderia comparecer, e vamos manter a nossa posição - disse Galiotte.

Andrés Sanchez, presidente do rival, deu declaração parecida mais cedo. Galiotte diz que não o procurou para conversar sobre a possibilidade de alterar a data ou o horário do treino de uma das equipes.

- Não, não conversei com o Andrés. Nós agendamos, nosso torcedor está sabendo. Protocolamos junto às autoridades o aviso de que seria aberto. O Palmeiras avisou, está marcado e vai ocorrer.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos