Ruim para ambos! Cruzeiro e Vasco ficam no empate no Mineirão

Derrotados na primeira rodada do grupo 5 da Conmebol Libertadores, Cruzeiro e Vasco entraram em campo na noite desta quarta-feira, no Mineirão, na busca da vitória, mas ficaram no empate em 0 a 0. Resultado complica a situação dos times na sequência do torneio, obrigando que ganhem em casa e também fora os quatro jogos restantes. Na pontuação do grupo, Racing e Universidad de Chile estão com quatro pontos em dois jogos, enquanto os brasileiros após duas partidas acumularam somente um ponto.

PRESSÃO DO MANDANTE

Donos da casa, os jogadores do Cruzeiro começaram o jogo pressionando o Vasco, como era de se esperar. Logo aos 11 segundos, Arrascaeta chegou com perigo em Martin Silva. A estratégia do técnico Zé Ricardo no time cruz-maltino era clara: segurar a pressão inicial e sair aos poucos para tentar surpreender os mineiros na busca do gol.

PRIMEIRA CHANCE

Nas chegadas esporádicas, o Vasco chegava com mais perigo ao gol defendido por Fábio. Aos 24, em falta de longa distância, Rafael Galhardo achou Paulão, sozinho. Entretanto, o zagueiro cruz-maltino não acertou em cheio e a bola foi para fora. Susto para os torcedores do Cruzeiro.

NINGUÉM CHEGA...

O Cruzeiro seguiu pressionando o Vasco. O empate não era favorável a nenhum dos times, já que ambos foram derrotados na primeira rodada do grupo 5 da competição. Nesta pressão, a equipe comandada por Mano Menezes teve a sua melhor chance antes do intervalo aos 32, mas ninguém chegou para finalizar após Rafinha cruzar rasteiro.

E VEM O EQUILÍBRIO

Na volta do intervalo, Cruzeiro e Vasco passaram a apresentar um desempenho igual em campo. Melhorando, assim, a visão do Cruz-Maltino na partida, já que nos 45 minutos iniciais a equipe carioca estava com atuação inferior. Este equilíbrio foi evidente, com ambos os lados passando a criar da mesma forma.

SALVARAM!

Com este equilíbrio, Cruzeiro e Vasco deram mais trabalho aos goleiros adversários. Aos 15, foi a vez de Fábio brilhar evitando gol de Paulinho para o Vasco salvando em desvio de Ariel Cabral. Quatro minutos mais tarde, foi Martin Silva que salvou o Cruz-Maltino em finalização de Robinho e de Sassá na hora do rebote. Este quadro acabou seguindo até o fim, mas o gol não saiu. Resultado ruim para ambos na Libertadores. Terão que correr contra o tempo.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 0 VASCO

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data-horário: 4/4/2018 - 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Auxiliares: Emerson de Carvalho (SP) e Marcelo Van Gasse (SP)

Renda/público: Indisponíveis

Cartão amarelo: Lucas Romero (CRU)

CRUZEIRO: Fábio, Lucas Romero (Ezequiel 4'/2ºT), Léo, Dedé e Egídio; Henrique e Ariel Cabral (Mancuello 36'/2ºT); Robinho, Thiago Neves e Rafinha (Sassá intervalo); Arrascaeta. Técnico: Mano Menezes.

VASCO: Martin Silva, Rafael Galhardo, Paulão, Erazo e Fabrício; Desábato, Wellington, Yago Pikachu, Wagner (Evander intervalo) e Paulinho (Andrés Rios 26'/2ºT); Riascos (Caio Monteiro 35'/2ºT). Técnico: Zé Ricardo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos