Noiva de CR7 fala sobre família e relacionamento em revista espanhola

Georgina Rodríguez é noiva do craque português Cristiano Ronaldo, mas, possui bons motivos para torcer pelo rival argentino, Messi, na Copa do Mundo 2018. A modelo, em entrevista a revista 'XLSemanal', revelou que não é espanhola, como sempre foi informado nas entrevistas, e sim, argentina.

- Meu pai é argentino e minha mãe é de Murcia, Espanha. Foram a Buenos Aires com minha irmã, Ivana, para que ela conhecesse a família de meu pai. Eles decidiram ficar um tempo por lá e foi quando eu nasci. Meu pai tentou convencer minha mãe a viver na Argentina, mas não conseguiu e quando eu tinha um ano, voltaram a Murcia. Depois, nos mudamos para Jaca (cidade na Espanha) - revelou Georgina

Georgina conta que antes de conhecer o craque ser modelo não era sua profissão principal. Atualmente, ela está apenas cuidando dos filhos, (no plural, pois ela considera os outros três filhos de CR7 como dela), mas antes de conhecer o craque, ela trabalhava como vendedora em lojas de artigos de luxo em Madrid e a carreira de modelo era apenas uma forma de complementar a renda. Só após conhecer Cristiano Ronaldo é que a carreira de modelo se tornou sua profissão principal.

A modelo revelou também, que após as fotos de seu encontro com o craque português terem sido divulgadas, em dezembro de 2016, ela teve que mudar de local de trabalho, por conta do assédio dos jornalistas e fotógrafos:

- Eu me escondi, mas eles iriam me procurar na loja. Eles também ligaram para a Gucci e perguntaram sobre mim, se passando por clientes meus e me perguntavam se meu relacionamento era verdadeiro. Ao redor da Gucci, sempre havia oito ou dez fotógrafos esperando por mim. Comecei a ficar muito desconfortável e depois mudei de loja. - revelou.

Mãe biológica da filha mais nova de CR7, Alana Martina, a modelo conta que sua vida mudou depois de começar a se relacionar com o carque. Georgina revela que consegue lidar bem com as pessoas e que sabe identificar quem está por interesses. A modelo também revela que não foi difícil para ela lidar com tantos filhos:

- Minha vida mudou para melhor, evidentemente, recebo muito amor por todos os lados e tenho muito amor para dar (...) Distingo as pessoas perfeitamente, ainda tenho meus amigos de antes e sei muito bem descartar as pessoas que vêm por alguma coisa. Experiência de vida! (...) Estou muito madura. Ter quatro filhos não é um fardo. Eu estou muito bem e não consigo imaginar a vida sem eles - contou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos