Árbitro de vídeo será utilizado na final do Campeonato Catarinense

A final do Campeonato Catarinense, marcada para este domingo, entre Chapecoense e Figueirense, terá o auxílio do árbitro de vídeo. A diretoria do Verdão do Oeste realizou uma reunião explicativa com seus atletas e com a comissão técnica para que todos entendessem o uso da ferramenta.

O árbitro Bráulio da Silva Machado vai apitar o jogo decisivo. Ele será auxiliado por Kleber Lúcio Gil e Helton Nunes. Já Rafael Traci e Carlos Berkenbrock serão os responsáveis por monitorar de fora dos gramados a partida.

O jogo de domingo será o primeiro em Santa Catarina que terá a utilização do VAR (sigla em inglês de vídeo assistant referee ou árbitro assistente de vídeo). A Chapecoense espera que o recurso ajude na diminuição de erros de arbitragem.

- É uma ferramenta que traz lisura, transparência. É o que a Chapecoense faz. Se vem para promover justiça, não podemos ser contra. Fizemos uma ponderação, que é ter esse esclarecimento da equipe de como a ferramenta será utilizada. Não cabe a nós apertar o botão para tirar uma dúvida. A prerrogativa de uso da ferramenta é do árbitro. Nossa comissão tem que saber como reage, os atletas precisam saber como reagir a isso. O atleta, por exemplo, não pode ir lá e espiar o vídeo, pode gerar uma punição, mas para nós é tudo novo - afirmou o diretor executivo Rui Costa.

Os árbitros de vídeo ficarão em uma sala atrás de um dos gols, na Ala Sul da Arena Condá. Entre o banco de reservas das duas equipes estará a tela para ser consultada pelo árbitro central da partida.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos