Emocionado e campeão pela 1ª vez, Valentim cita 'pacto' por João Paulo

Não tem como escapar. Diferente da corriqueira entrevista coletiva pós-jogo, neste domingo, depois de conquistar o título carioca de forma heroica (nos pênaltis, sobre o Vasco), Alberto Valentim puxou a fila rumo à sala de imprensa e, junto a todo o elenco e emocionado, assumiu o microfone e fez um discurso. Antes, é claro, levou o já tradicional banho de isotônico dos atletas.

Em suas falas, Valentim, que conquistou o seu primeiro título como treinador, revelou que o grupo fez um "pacto" por João Paulo: o caneco foi uma espécie de homenagem ao capitão, que iniciou o processo de fisioterapia esta semana.

- Dei muita sorte de ter um grupo de jogadores e pessoas que estão sempre pensando em fazer o melhor para o clube. Algumas vezes eu falo para eles (jogadores), e não é frase feita, que eu preciso sempre de todos os jogadores. E hoje, por exemplo, entraram dois que nunca tinham jogado comigo (Gilson e Matheus Fernandes) - disse, completando:

- Perdemos o nosso grande capitão, e a gente tinha feito um pacto, isso lá atrás. O título seria para o João (Paulo), e queríamos que ele estivesse aqui, fazendo um sacrifício. E ele está aqui - completou o treinador, que viu o meio-campista levantar a taça em seguida.

Agora, o Botafogo, depois das festas, vira a chave para disputar a Copa Sul-Americana. Na quinta-feira, o time de Valentim visita o Audax Italiano (Chile), pela primeira fase do torneio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos