Recomendado por Cuca, Valentim vai colher os frutos do primeiro título

A primeira opção era o Cuca. Ele não pôde - ou não quis -, mas indicou o pupilo dos tempos de Palmeiras. Foi o suficiente para o Botafogo querer contratar o técnico Alberto Valentim. Assim foi feito e o treinador substituiu Felipe Conceição, que durou apenas sete partidas no clube.

De cara, Valentim mexeu em quase meio time. Trocou laterais, alterou um ou outro integrante do meio-campo e do ataque e a equipe pareceu ter dado liga. Pareceu, a princípio. A fase defesa passou a ser questionada, especialmente após o 3 a 0 para o Fluminense.

Contra o Flamengo, na semifinal do Carioca, mudou pontualmente o posicionamento dos meio-campistas e o Alvinegro teve sua melhor atuação no ano, também com o retorno do pedido Joel Carli. Depois, uma dura derrota, contra o Vasco, por 3 a 2, pela primeira partida da final do Estadual, com um gol levado nos acréscimos.

Já o último domingo, a redenção. O primeiro título como treinador se deu após cobranças de pênaltis, que só vieram com um gol justamente de Carli, aos 49 minutos da segunda etapa. A festa do professor ficou completa.

Ao todo, foram 11 partidas sob o comando do Glorioso, todas pelo Carioca, com seis vitórias, um empate e quatro derrotas - aproveitamento de 54,5%. Se os números não saltam aos olhos, o importante é que a taça está em General Severiano, algo pouco provável no período em que caiu para o Flamengo na Taça Rio e foi eliminado para a Aparecidense da Copa do Brasil, isso recente. O cenário mudou, e Alberto tem méritos de sobra em sua inédita conquista.

Por falar em conquista, Valentim, que tem pouco mais de um ano como treinador (efetivo), já havia admitido a importância de ser campeão para consolidar o seu nome no cenário nacional, sobretudo às vésperas dos ainda mais competitivos Brasileiro e Copa Sul-Americana.

- Vai ser muito importante ser campeão para mim, principalmente por se tratar de nossa cultura. Aqui no Brasil, existe trabalhos de curto e médio prazos, apenas. Você pode até ter um bom desempenho, mas se não tiver título, vitórias, não tem jeito... O treinador vive de resultados. Posso dizer que as coisas vão facilitar muito caso o título venha - havia dito o treinador ex-Red Bull Brasil e Palmeiras, em entrevista coletiva na última sexta-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos