Na Roma há 17 anos, De Rossi diz viver "uma das maiores alegrias"

  • Filippo Monteforte/AFP

    Incrédulo, capitão comemorou muito a vitória por 3 a 0 que rendeu vaga na semifinal

    Incrédulo, capitão comemorou muito a vitória por 3 a 0 que rendeu vaga na semifinal

Sem dúvidas, o meia Daniele de Rossi é um dos maiores ídolos da história da Roma e a principal referência da Loba desde a saída de Totti. Dos 34 anos de vida, são 17 dedicados ao time profissional da capital italiana, único clube que defendeu. Conquistou três títulos e alcançou ainda mais uma penca de finais, mas ele crava: a vitória de 3 a 0 sobre o Barcelona, nesta terça-feira, que culminou com a volta da Roma às semifinais da Liga dos Campeões foi uma das maiores alegria dele pelos Giallorossi.

- Este é um dos meus dias mais felizes na Roma. Senti-me comovido ao olhar para os torcedores antes do jogo e disse aos jogadores que se eles acreditavam, nós também tínhamos que acreditar - comentou o capitão da Roma, que, de pênalti, marcou o segundo dos três gols da goleada sobre os espanhóis.

O camisa 16 mostrou ainda confiança com uma possível presença da Roma na final da Liga dos Campeões, em 26/5, em KIev. A três passos da façanha, que seria inédita na história do clube, ele afirmou:

- Agora temos que dar outro passo e não pensar que já atingimos o nosso máximo. Não acredito que o tenhamos feito. Isto já seria um triunfo para qualquer time, mas é ainda mais para nós, pela dimensão que a Roma sempre teve na Europa. É verdadeiramente inacreditável - finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos