Em momentos distintos, Operário-PR e Volta Redonda estreiam na Série C

Dois clubes em momentos distintos da temporada, mas que se encontram neste domingo, às 15h30, para a primeira partida da Série C do Campeonato Brasileiro. Enquanto divide atenções com o Campeonato Estadual da segunda divisão, do qual é líder, o Operário-PR recebe o descansado Volta Redonda no Germano Kruger.

Eliminado no Campeonato Carioca e com tempo livre para trabalhar física, técnica e taticamente, o Volta Redonda conta com o atacante Jhulliam para buscar os primeiros pontos fora de casa na competição. Focado na preparação, o centroavante de 30 anos avalia o tempo de trabalho e revela suas expectativas para a Série C.

- Acredito que esse tempo que tivemos livre para treinamento vai influenciar positivamente, sim. Chegaram algumas peças importantes para o professor Marcelo, estamos fazendo uma espécie de intertemporada e os resultados estão sendo positivos. Estamos otimistas para fazer uma grande competição. A principal meta do clube sem dúvidas é o acesso à Série B, enquanto sonho em ser artilheiro do campeonato e, principalmente, conseguir ajudar o clube com seus objetivos, seja com gols, passes, abrindo espaços para os companheiros ou com muita luta - disse o jogador.

Já o goleiro Simão entrou em campo com o Operário na última quarta-feira, na vitória sobre o PSTC fora de casa, e agora vira suas atenções para a competição nacional. Se Jhulliam sonha em ser artilheiro, o primeiro passo será superar a boa fase do camisa 1 do Operário. O goleiro da equipe paranaense, campeão da Série D no ano passado, se mostra confiante para a primeira vez que o clube disputará a Série C.

- O clube vem crescendo demais, se estruturando e tem uma torcida enorme e apaixonada. Acho que primeiro temos que fazer o maior número de pontos possíveis para livrar o rebaixamento, depois vamos em busca de classificar e buscar o acesso. Mas vamos precisar ser muito regulares e ganhar jogos em casa será fundamental - explicou o arqueiro.

Para Simão, o fato de o Volta Redonda estar em uma espécie de intertemporada não será preponderante para a estreia no Brasileirão. Dividir as atenções com o Estadual será necessário mesmo com o alto grau de dificuldde e exigência do campeonato nacional.

- Não seria uma desvantagem, é uma competição totalmente diferente, tem o lado bom de estar jogando, adquirindo ritmo de jogo, mas sabemos que a Série C é um nível muito mais alto que vai exigir muita atenção e concentração a cada jogo. Por isso vamos ter que dividir as atenções até definir logo o estadual - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos